Conforto térmico de equinos alojados em diferentes tipos de baias

Autores

  • Geruza Cardoso da Silva Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Cinara da Cunha Siqueira Carvalho Universidade Estadual de Montes Claros
  • Camila Maida de Albuquerque Maranhão Universidade Estadual de Montes Claros
  • Maria Dulcinéia da Costa Universidade Estadual de Montes Claros
  • Shirley Nunes Silva Brito Universidade Estadual de Montes Claros
  • Anna Luísa de Oliveira Castro Universidade Estadual de Montes Claros
  • Kátia Cristiane Borges Pereira Universidade Estadual de Montes Claros
  • Thamara Amaral Diniz Universidade Estadual de Montes Claros

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711732018402

Palavras-chave:

Ambiência, Edificações, Exposição Agropecuária, Mangalarga Marchador

Resumo

Objetivou-se avaliar o efeito das condições climáticas proporcionado por dois tipos de baias sobre as respostas fisiológicas e comportamentais de equinos por ocasião de exposição agropecuária. O trabalho foi desenvolvido durante os anos de 2014 e 2015 em Feira Agropecuária localizada na região do semiárido mineiro. Foi observado o ambiente climático, local de acomodação, variáveis fisiológicas e comportamentais de 114 equinos da raça Mangalarga Marchador, alojados em baias individuais de metal e alvenaria. Foram monitoradas as variáveis meteorológicas no interior das baias de metal e de alvenaria. As variáveis fisiológicas foram caracterizadas por meio da frequência respiratória e temperatura corporal. Para análise comportamental, observou-se a frequência de ocorrência de ações de defecação, micção, relinchar, agitação, ingestão de alimentos e água, às 8 h, 10 h, 12 h, 14 h, 16 h e 18 h. O ambiente térmico foi classificado como de desconforto térmico a partir das 10 h. A frequência respiratória e a temperatura corporal estiveram fora dos valores considerados ideais. A baia de metal proporcionou maior desconforto térmico para os equinos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geruza Cardoso da Silva, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Zootecnista e mestranda em Zootecnia - UNIMONTES

Cinara da Cunha Siqueira Carvalho, Universidade Estadual de Montes Claros

Engenheira Agrícola (UFLA), Mestrado em Construções Rurais e Ambiência (UFLA), Doutorado e Pós-doutorado em Construções Rurais e Ambiência (UFV). Atualmente, professora de Ambiência, no curso de pós-graduação em Zootecnia, na Universidade Estadual de Montes Claros.

Camila Maida de Albuquerque Maranhão, Universidade Estadual de Montes Claros

Zootecnista e docente na Universidade Estadual de Montes Claros

Shirley Nunes Silva Brito, Universidade Estadual de Montes Claros

Zootecnista e Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual de Montes Claros

Anna Luísa de Oliveira Castro, Universidade Estadual de Montes Claros

Zootecnista e Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual de Montes Claros

Kátia Cristiane Borges Pereira, Universidade Estadual de Montes Claros

Zootecnista e Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual de Montes Claros

Thamara Amaral Diniz, Universidade Estadual de Montes Claros

Zootecnista e Mestranda em Zootecnia pela Universidade Estadual de Montes Claros

Referências

ARGENZIO RA. 2006. Motilidade gastrintestinal. In: REECE WO (Ed.). Dukes: Fisiologia dos animais domésticos. 12.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. p.362-373.

BAÊTA FC & SOUZA CF. 2010. Ambiência em edificações rurais: conforto animal. 2.ed. Viçosa: Editora UFV. 269p.

BROOM DM. 1991. Animal welfare: concepts and measurement. Journal of Animal Science 69: 4167-4175.

BUFFINGTON DE et al. 1981. Black globe humidity index (BGHI) as comfort equation for dairy cows. Transaction of the ASAE 24: 711-714.

CALVIELLO RF et al. 2015. Avaliação da reatividade de equinos na presença de estímulo sonoro desconhecido. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science 52: 167-172.

CINTRA AGC. 2010. O Cavalo: Características, Manejo e Alimentação. 1.ed. São Paulo: Editora Roca. 384p.

HUSS R & SILVA FC. 2013. Feiras agropecuárias, vitrines do agronegócio brasileiro. Disponível em: http://.www.grassa

no.com.br/publicacao.php?lang=ptr&id=213&id_categoria=8#.WEAZ4X1ZjYY. Acesso em: 03 mar. 2014.

MORGAN K. 1996. Short-term thermoregulatory responses of horses to brief changes in ambient temperature. Uppsala: Swedish University of Agricultural Sciences. p. 9-51.

MORAES SRP et al. 1999. Conforto térmico em galpões avícolas, sob coberturas de cimento-amianto e suas diferentes associações. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 3: 89-92.

NAZARENO AC et al. 2015. Ambiência no Transporte de Equinos e os Efeitos nas Respostas ao Estresse. Journal of Animal Behaviour and Biometeorology 3: 73-80.

NIEDŹWIEDŹ A et al. 2013. Plasma total antioxidant status in horses after 8-hours of road transportation. Acta Veterinaria Scandinavica 55: 1-4.

OLIVEIRA LA et al. 2008. Estudo de respostas fisiológicas de equinos sem raça definida e da raça quarto de milha às condições climáticas de Teresina, PI. Ciência Animal Brasileira 9: 827-838.

PALUDO GR et al. 2002. Efeito do estresse térmico e do exercício sobre parâmetros fisiológicos de cavalos do exército brasileiro. Revista Brasileira de Zootecnia 31: 1130-1142.

PIMENTEL MM et al. 2013. Manejo Nutricional de Equinos utilizados em provas de vaquejada no Rio Grande do Norte, Brasil. Acta Veterinaria Brasilica 7: 61-65.

TINÔCO IFF. 2001. Avicultura Industrial: Novos Conceitos de Materiais, Concepções e Técnicas Construtivas Disponíveis para Galpões Avícolas Brasileiros. Revista Brasileira de Ciência Avícola 3: 1-26.

Downloads

Publicado

2018-09-26

Como Citar

SILVA, Geruza Cardoso da; CARVALHO, Cinara da Cunha Siqueira; MARANHÃO, Camila Maida de Albuquerque; COSTA, Maria Dulcinéia da; BRITO, Shirley Nunes Silva; CASTRO, Anna Luísa de Oliveira; PEREIRA, Kátia Cristiane Borges; DINIZ, Thamara Amaral. Conforto térmico de equinos alojados em diferentes tipos de baias. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 17, n. 3, p. 402–407, 2018. DOI: 10.5965/223811711732018402. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/9091. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência de Animais e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)