Produtividade, incidência de tripes e perdas pós-colheita da cebola sob adubação orgânica e uso de biofertilizantes

Autores

  • Francisco Olmar Gervini de Menezes Júnior
  • Paulo Antônio de Souza Gonçalves
  • João Vieira Neto

Palavras-chave:

Allium cepa, Desempenho produtivo, Conservação pós-colheita.

Resumo

O rendimento, a sanidade e a qualidade de bulbos de cebola (Allium cepa L.) são influenciados pela nutrição das plantas, principalmente pelo nitrogênio (N), que além de ser requerido em grandes quantidades, é facilmente lixiviado do solo. O experimento teve por objetivo comparar o sistema manejo de adubação e fitossanitário convencional ao uso de métodos alternativos na produtividade, incidência de tripes e conservação de bulbos de cebola em pós-colheita. Com este propósito foi conduzido um experimento de campo, na safra 2010, num Cambissolo Háplico, em Ituporanga, SC. Foram estabelecidos quatro tratamentos: sistema de cultivo convencional (adubação mineral e agrotóxicos); adubação orgânica e fertirrigação de biofertilizante líquido (BF) a base de esterco de peru; adubação orgânica e fertirrigação com BF a base de esterco bovino (EB); e adubação orgânica e pulverização de BF a base de EB a 3%. Utilizou-se a cultivar Epagri 352 Bola Precoce. A semeadura, transplante e colheita foram realizados em 03/05, 12/07 e 06/12/2010, respectivamente. Conclui-se que independente do manejo adotado (orgânico ou convencional) não houve a redução dos danos causados por tripes; o uso de biofertilizantes não aumentou as perdas em pós-colheita; no sistema orgânico (adubação orgânica com o uso parcelado de biofertilizantes) houve a redução em 43% da produtividade em relação ao convencional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MENEZES JÚNIOR, Francisco Olmar Gervini de; GONÇALVES, Paulo Antônio de Souza; VIEIRA NETO, João. Produtividade, incidência de tripes e perdas pós-colheita da cebola sob adubação orgânica e uso de biofertilizantes. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 12, n. 3, p. 264–270, 2013. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5222. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)