Parcelamento e fontes de nitrogênio na qualidade fisiológica de sementes de trigo

Tiago Olivoto, Maicon Nardino, Ivan Ricardo Carvalho, Mauricio Ferrari, Alan Junior de Pelegrin, Vinícius Jardel Szareski, Velci Queiróz de Souza

Resumo


Diferentes fontes e manejos parcelados de nitrogênio podem aumentar a disponibilidade, a absorção e a assimilação deste nutriente pelas plantas, favorecendo o acúmulo de N nos grãos. No entanto, pouco se sabe sobre a influência destes fatores na qualidade fisiológica de sementes de trigo (Triticum aestivum L). Dentro deste contexto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta de diferentes fontes e parcelamentos de nitrogênio aplicado em cobertura na qualidade fisiológica das sementes de trigo. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos completos casualizados em esquema de parcelas subdivididas com três cultivares de trigo (TBIO Mestre, TBIO Iguaçu e Quartzo), três fontes de nitrogênio (ureia, nitrato de amônio e ureia líquida) aplicadas em cinco parcelamentos (I: afilhamento; II: afilhamento e emborrachamento; III: afilhamento e florescimento; IV: emborrachamento e florescimento e V: afilhamento, emborrachamento e florescimento). O parcelamento do nitrogênio entre os estádios de emborrachamento e florescimento resulta em sementes com maior qualidade fisiológica, pois incrementa o percentual de germinação em 4% e influencia positivamente os caracteres na primeira contagem de germinação, comprimento de parte aérea, e massa seca de plântula. As fontes de nitrogênio, nitrato de amônia e a ureia fonte líquida, se equiparam com a ureia em relação ao efeito na qualidade fisiológica das sementes, sendo alternativas interessantes para reduzir o custo de produção. As cultivares TBIO Mestre e Quartzo evidenciaram sementes com maior qualidade fisiológica, em função do maior comprimento de radícula e percentual de germinação.

Palavras-chave


adubação nitrogenada, germinação, Triticum aestivum L., vigor.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711642017345

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171