O Axis Mundi e o Jogo Ritual: Deslocamento da realidade imanente para se alcançar a Hierofania

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731023820200017

Palavras-chave:

Axis Mundi, Jogo Ritual, Mito, Teatro Sagrado, Imaginário

Resumo

O presente artigo se propõe a analisar as práticas de criação cênica do Grupo Arkhétypos à luz do Jogo Ritual relacionando-o com o conceito de axis mundi proposto por Mircea Eliade e as teorias do imaginário de Gilbert Durand. Trabalha-se com a hipótese de que a experiência do mito manifestada no corpo do ator reorganiza a relação espaço-temporal permitindo ao público um deslocamento da realidade imanente para que se possa alcançar a hierofania. A fim de elucidar a questão desenvolvemos uma breve reflexão a partir dos espetáculos Santa Cruz do Não Sei (2011) e Revoada (2014) e lançamos um olhar crítico frente ao processo de colonização sofrido nas Américas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Saulo Vinícius Almeida, Universidade de São Paulo (USP)

Ator e diretor teatral, mestrando em Artes Cênicas (Pedagogia do Teatro - Formação do Artista Teatral) pela USP. Integra o Grupo de Estudos em Estética Contemporânea coordenado pelo prof. Dr. Ricardo Fabbrini, locado no Departamento de Filosofia da USP. Colaborador do LAt! - Laboratório de Atuação, coordenado pela Profª Drª Alice Kiyomi Yagyu e locado na Escola de Comunicações e Artes da USP. 

Robson Carlos Haderchpek, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRGN)

Ator, diretor, professor e pesquisador formado e pós-graduado pela Universidade Estadual de Campinas.  Mestrado e Doutorado na área de Artes/Teatro e atualmente desenvolve uma pesquisa acerca dos princípios ritualísticos da cena. Realizou o Pós-Doutorado na Universität für Musik und Darstellende Kunst Wien, Áustria (2014/2015). É professor associado do Curso de Teatro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, atua no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas.

Referências

BROOK, Peter. O teatro e seu espaço. Rio de Janeiro: Apicuri, 2015.

CHIESA, Gustavo Ruiz. A eficácia múltipla (ou a multiplicidade de um conceito antropológico). Revista Brasileira de Ciências Sociais. São Paulo, v. 29, n. 86, p. 143-145, 2014.

COHEN, Renato. Work in Progress na cena Contemporânea. São Paulo, Perspectiva, 1998.

COUTINHO, Karyne Dias; HADERCHPEK, Robson Carlos. Pedagogia de Si: Poética do Aprender no Teatro Ritual. In ART RESEARCH JOURNAL / Revista de Pesquisa em Artes, Natal, v. 6 n. 1, p. 01-21, 2019.

DURAND, Gilbert. O imaginário: ensaio acerca das ciências e da filosofia da imagem. Rio de Janeiro: DIFEL, 1998.

ELIADE, Mircea. Imagens e símbolos. Lisboa, Ed. Arcádia, 1979a.

ELIADE, Mircea. Ocultismo, bruxaria e correntes culturais. Belo Horizonte: Interlivros, 1979b.

FEINSTEIN, David & KRIPPNER, Stanley. Mitologia pessoal: a psicologia evolutiva do self. São Paulo: Cultrix, 1997.

FIGUEIREDO, Laura Maria. Um voo para o reencontro com o sagrado na prática teatral. In: HADERCHPEK, Robson Carlos (org). Arkhétypos Grupo de Teatro: Encontros e Atravessamentos. Natal: Fortunella Casa Editrice, 2017.

FOUCAULT, Michel. (1926-1984). O corpo utópico, as heterotopias. São Paulo. N-1 Edições, 2013.

GIL FILHO, Sylvio Fausto. Espaço de representação e territorialidade do sagrado: notas para uma teoria do fato religioso. Raega, Curitiba, v. 3, p. 101-120, 1999.

HADERCHPEK, Robson Carlos. O Jogo Ritual e as Pedagogias do Sul: Práticas Pedagógicas para a Descolonização do Ensino do Teatro. Revista Moringa - Artes do Espetáculo, João Pessoa, v. 9, n. 1, p. 55-65, 2018.

JUNG, Carl G. Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo. Petrópolis: Vozes, 2012.

JUNG, Carl G. O Homem e seus Símbolos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

LIGIÉRO, Zeca. Teatro das Origens: estudo das performances afro-ameríndias. Rio de Janeiro: Garamond, 2019.

ROLLEMBERG, Doris. A cenografia além do espaço e do tempo. O teatro de dimensões adicionais. O Percevejo Online, Rio de Janeiro, v. 4, n. 2, p. 1-22. 2012.

VARGAS, Rocio del Carmen Tisnado. HADERCHPEK, Robson Carlos. O Sul Corpóreo e a Poética dos Elementos: Práticas para a Descolonização do Imaginário. Revista ILINX: Revista do Lume, Campinas, n. 10, p. 77-87, 2017.

ZAPATA, Miguel Rubio. O teatro e nossa América. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 22, p. 259-266, 2014.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

ALMEIDA, Saulo Vinícius; HADERCHPEK, Robson Carlos. O Axis Mundi e o Jogo Ritual: Deslocamento da realidade imanente para se alcançar a Hierofania. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1–25, 2020. DOI: 10.5965/14145731023820200017. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/17729. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Espaços: configurações na cena brasileira e latino-americana