Dentes afiados de Vampiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103362019532

Palavras-chave:

Aristóteles, Teatro ocidental, Ficção, Enredo

Resumo

Resenha do livro Aristóteles ou o vampiro do teatro ocidental, da autoria de Florence Dupont. Neste ensaio a autora destaca a imperiosa presença de Aristóteles no campo da ficção e seu tratado Poética como matriz inconteste de um modelo narrativo que continua dominando o teatro e a cena do Ocidente. Ao se contrapor frente à essa hegemonia formal, histórica e ideológica, ela examina outros modelos de cenas não-dramáticas que viabilizam se falar em outros percursos possíveis para a meganarrativa do teatro entre nós.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edelcio Mostaço, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC. Professor Titular. Bolsista PQ do CNPq. Professor de Estética atuante na Graduação e Pós-Graduação. Último título publicado: Incursões & Excursões (Teatro do Pequeno Gesto, 2018, on line).

Referências

DUPONT, Florence. Aristóteles ou o vampiro do teatro ocidental. Florianópolis: Cultura e Barbárie, 2017.

FISCHER-LICHTE, Erika. Tragedy’s Endurance, performances of Greek Tragedies and Cultural identity in Germany since 1800. Oxford University Press, 2017.

FISCHER-LICHTE, Erika. Theatre, Sacrifice, Ritual – exploring formes of political theatre. London and New York: Routledge, 2005.

Downloads

Publicado

2019-12-13

Como Citar

MOSTAÇO, E. Dentes afiados de Vampiro. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 36, p. 532-538, 2019. DOI: 10.5965/1414573103362019532. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/16081. Acesso em: 28 set. 2022.