Teatro, ciência e divulgação científica para uma educação sensível e plural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103362019306

Palavras-chave:

Teatro e ciência, Educação sensível, Teatro e cidadania, Teatro e divulgação científica

Resumo

O momento em que vivemos tem sido marcado por profundos retrocessos em vários campos da atuação humana e em diferentes partes do globo, especialmente na América Latina. Em tempos nos quais direitos básicos são ignorados, as artes, erroneamente, são vistas como supérfluas e atacadas frontalmente. A despeito do cenário desfavorável, há iniciativas que se fortalecem na busca de ambientes alternativos aos espaços tradicionais de criação artística e no diálogo colaborativo entre múltiplas áreas do conhecimento. O principal objetivo deste artigo é estimular a discussão acerca do intercâmbio entre teatro, ciência e cidadania, tendo como pano de fundo as ações desenvolvidas no Museu Ciência e Vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thelma Lopes, Fundação Cecierj

Publicitária, atriz, com mestrado em Teatro e doutorado em Ciências. Ingressou no Museu da Vida em 1994, participou da concepção do Ciência em Cena e coordenou o espaço entre 2002
e 2010. Lecionou na Casa das Artes de Laranjeiras, ministrou aulas sobre o teatro científico de Brecht
nas universidades de Évora, Lisboa e Coimbra e estagiou na Citè des Sciences & de l`industrie, pelo
Programme Profession Culture. Foi articulista do Jornal do Brasil e é divulgadora científica da Fundação Cecierj.

Monica Santos Dahmouche, Fundação Cecierj

Doutora e mestre em Física. Possui experiência em Física Atômica, e desde 2006 atua na área de divulgação com ênfase em feiras de ciências, projetos itinerantes e museus e centros de ciência. Diretora do “Museu Ciência e Vida” coordenou o processo de implementação do espaço. Participou do “Sejour Culture”, promovido pelo Ministério da Cultura da França. Integrante do “Observatório de Museus e Centros de Ciência e Tecnologia”. Docente da Fundação Cecierj, atualmente ocupa o cargo de vice-presidente científica da instituição.

Referências

ALMEIDA, Carla. FREIRE, Maira. BENTO, Luiz. JARDIM, Gabriela. RAMALHO, Marina. DAHMOUCHE, Monica. Ciência e teatro: um estudo sobre as artes cênicas como es- tratégia de educação e divulgação da ciência em museus Revista Ciência e Educação, Bauru, v. 24, n. 2, p. 375-393, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/

v24n2/1516-7313-ciedu-24-02-0375.pdf Acesso em: 5 jul. 2019

ALMEIDA, Carla, LOPES, Thelma. Ciência em Cena: teatro no Museu da Vida / Editado por Carla Almeida e Thelma Lopes; Carla Almeida ... [et al.]. Rio de Janeiro: Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, 2019.Disponível em: http://www.museuda- vida.fiocruz.br/images/Publicacoes_Educacao/PDFs/LivroTeatroCienciaemCena.pdf Acesso em: 10jul. 2019.

BIVAR, Antônio; PAULINI, Celso L. Histórias do Brasil para teatro. São Paulo: Novo Século, 2007.

BRECHT, Bertolt. Pequeno Organon para o Teatro. In: Estudos sobre o Teatro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

BRECHT, Bertolt, Bertolt. Devemos abolir a Estética. In: O Teatro Dialético. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

COSTA, Marcela Tomás de Souza de Lima. Uma Análise do Contributo da Acção Teatral para a Função Educativa dos Museus da RAM. Lisboa, 2005. Dissertação (Mestrado) – Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

COUTINHO, Marina Henriques. O teatro aplicado em questão: abrangência, teoria e o uso do termo. Ouvirouver, Uberlândia v. 8 n. 1-2 p. 110-127 jan.-|jun. - ago-dez. 2012. Disponível em: www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/12498/15485 Acesso em: 12 jul. 2019.

DAHMOUCHE, Monica Santos; PINTO, Simone Vieira; COUTINHO, Liliana. A Implantação do Museu Ciência e Vida em Duque de Caxias/RJ como uma política cultural para a baixada fluminense. In: IX Seminário Internacional de Políticas Culturais, 2018. Anais do IX Seminário Internacional de Políticas Culturais, Fundação Casa Rui Barbo- sa, Rio de Janeiro, p. 527- 538.

FEYERABEND, Paul Karl. A Ciência em uma sociedade livre. São Paulo: Editora Unesp, 2011.

DESGRANGES, Flávio. A Pedagogia do espectador. São Paulo: Hucitec, 2010.

DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do Teatro: provocação e dialogismo. São Paulo: Hucitec, 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Imago, 2001.

GADOTTI, Moacir. Educar para a sustentabilidade. Revista Inclusão Social,Brasília, v. 3, n. 1, p. 75-78, out. 2007/mar. 2008. Disponível em:http://revista.ibict.br/inclusao/ article/view/1624/1830 Acesso em: 15 jun.2019

GARDAIR, Thelma Lopes. Integrando a percepção de estudantes à criação de peça teatral: uma alternativa de educação científica em diálogo com as artes. Rio de Janeiro, 2012. Tese (Doutorado) – Ensino em Biociências e Saúde, Fundação Oswaldo Cruz. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/6957/1/DO%202008%20

-%20Thelma%20Lopes%20Carlos%20Gardair.pdf? Acesso em: 11 nov. 2019.

GARDAIR, Thelma Lopes, SCHALL, Virgínia Torres. Ciências possíveis em Machado de Assis: teatro e ciência na educação científica. Revista Ciência e Educação, Bau- ru, vol. 15, n. 3, Bauru, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pi- d=S1516-73132009000300015&script=sci_arttext. Acesso em: 2 jun.2019

GARDAIR, Thelma Lopes, DAHMOUCHE, Monica, SANTOS, Luana Balbino. Sustentabilidade em cena: uma proposta de capacitação de professores para a discussão sobre ciências e teatro. Canal CECIERJ. Rio de Janeiro, Fundação Cecierj, jun. 2017. Disponível em: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/16847 Acesso em: 12 nov.2019.

JAMESON, Frederic. O Método Brecht. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.

KOYRÉ, A. Estudos da história do pensamento científico. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1991.

LATOUR, B. A esperança de Pandora. Estudos sobre a realidade dos estudos científicos. Bauru, São Paulo: EDUSC, 2001.

LOPES, Thelma. Arte e ciência: ligações necessárias. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 10 mai.2018, p.9.

LOPES, Thelma. Triste risco de retrocesso à barbárie. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 24 abr. 2018a, p.9.

LOPES, Thelma. Shakespeare, Pasteur e a importância de contextualizar. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro,19ago. 2018a, p.9.

LOPES, Thelma. Arte, Ciência e saúde na escola: caderno de atividades. Rio de Janeiro: Museu da Vida/ Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, 2007.

LOPES. O palco de Brecht e o céu de Galileu, tudo se move. In: Ciência e arte. Imaginário e descoberta. Matos, C. (org.) São Paulo: Terceira Margem, 2003.

LOPES, Thelma. O palco de Brecht e o céu de Galileu: tudo se move. Teatro e Ciência nas três versões dramáticas de Bertolt Brecht. 2000. Dissertação (Mestrado) – Centro de Letras e Artes. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2000.

LOPES, Thelma. DAHMOUCHE, Monica Santos, PINTO, Simone Vieira; COUTINHO, Liliana.A divulgação científica e o mundo sustentável: o “Museu Ciência e Vida”. In: Hacia La sostenibilidaden América Latina: aportes desde ladivulgación de laciencia

/ compiladora Margoth Mena-Young; San José, Costa Rica: Universidad de Costa Rica, Vicerrectoría de Investigación, Centro de InvestigaciónenComunicación, 2019.

p. Disponível em:http://cicom.eccc.ucr.ac.cr/wp-content/uploads/2019/06/ Hacia-la-sostenibilidad-en-Ame%CC%81rica-Latina-CicomUCR-RedPOP-UNES- CO-2019.pdf?fbclid=IwAR10Mh9_O4cUBje4Ax5oeEYg7MwifxjfH5U7OXODxxdP- 0gAR9yOn1M6_ZqM. Acesso em: 12 jul. 2019.

MASSOLA, Gustavo Martineli; CROCHIK, José Leon; SVARTMAN, Bernardo Parodi. Por uma crítica da divulgação científica. Psicol. USP, São Paulo, v. 26, n. 3, p. 310- 315, Dec. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusp/v26n3/1678-5177-

pusp-26-03-00310.pdf Acesso em: 23 jul. 2019.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

MOREIRA, Leonardo, MARANDINO, Martha. O teatro em museus e centros de ciências no Brasil. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.22, supl., dez. 2015, p.1735-1748. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v22s0/ 0104-5970-hcsm-22-s1-1735.pdf.Acesso em: 20 mai.2019.

ROOT-BERNSTEIN, Bob; SILER, Todd; BROWN, Adam; SNELSON, Kenneth. ArtScience: Integrative Collaboration to Create a Sustainable Future. Leonardo, v.44, n.3, pp. 192, 2011.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Jogar, representar: práticas dramáticas e formação. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

SOUZA, Daniel; PORTO, Marta (Org.). Aids e teatro: 15 dramaturgias de prevenção. Rio de Janeiro: Editora Senac Rio, 2004.

SPOLIN, Viola. Jogos teatrais na sala e aula: o livro do professor. São Paulo: Perspectiva, 2007.

Downloads

Publicado

2019-12-13

Como Citar

LOPES, T.; DAHMOUCHE, M. S. Teatro, ciência e divulgação científica para uma educação sensível e plural. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 36, p. 306-325, 2019. DOI: 10.5965/1414573103362019306. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/15800. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Pedagogia do Teatro: vozes da América Latina