O olhar feminista e o processo de criação de Deslady

Autores

  • Margarida Gandara Rauen Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO-PPGE), Guarapuava, Brasil
  • Angelica Kauffmann Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103332018214

Resumo

Este artigo aborda o olhar feminista em Deslady(Curitiba, 2018), adaptação da peça Macbeth, de William Shakespeare, para um solo de Nathalia Luiz, a palhaça Tinoca.  Discute-se a identidade violenta de Lady Macbeth, as relações de poder e a loucura, expondo a ganância e a falta de liberdade nas práticas culturais androcêntricas de poder. São citados depoimentos oferecidos por mulheres artistas participantes da equipe de criação, ilustrando as suas percepções enquanto agentes de composição. Consideram-se as múltiplas codificações de teatro e de palhaçaria feminina nas máscaras da Palhaça Tinoca, de Lady Macbeth e de Deslady.

Biografia do Autor

Margarida Gandara Rauen, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO-PPGE), Guarapuava, Brasil

Ph. D. em Teatro, Michigan State University, E.U.A. Visiting Fellow da Warwick University (2017). Aposentou-se como professora Associada do Departamento de Arte da UNICENTRO e permanece docente colaboradora do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE). Orientadora na linha de pesquisa “Educação, Cultura e Diversidade”. Líder do Grupo de Pesquisa em Artes da UNICENTRO. E-mail: margierauen.br@gmail.com

Website disponível: www.margierauen.com

Link Lattes:  http://lattes.cnpq.br/8196003641649326

 

Angelica Kauffmann, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR

Mestre em Letras pela UFPR. Dramaturga, dramaturgista e diretora teatral.

Downloads

Publicado

2018-11-19

Como Citar

Rauen, M. G., & Kauffmann, A. (2018). O olhar feminista e o processo de criação de Deslady. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 3(33), 214-230. https://doi.org/10.5965/1414573103332018214

Edição

Seção

Dossiê Temático - Teatros Feministas: Lutas e Conquistas