Processos de transmissão de tradições: campos de tensão entre rigores e rupturas

Autores

  • Izabela Brochado Universidade de Brasilia (UnB), Brasília, DF

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102322018095

Resumo

Este texto foi apresentado na mesa-redonda: Dialogues between tradition and innovation in current pedagogy que compôs a programação do 2º International meeting on training in the arts of puppetry,ocorrido na Romênia em junho de 2017.Nele, mais que respostas, são levantadas algumas indagações oriundas de uma pergunta central: em que medida e como tem se operado as formas de transmissão de patrimônios artísticos na atualidade? Tendo com guia as discussões realizadas no Seminário “Artes da Transmissão e Patrimônios Artísticos”, uma iniciativa conjunta do Centro de História de Arte e Investigação Artística (CHAIA) - Universidade de Évora,e do Museu da Marioneta de Lisboa; e tendo comofoco central duas formas de teatro de bonecos inseridas no campo da tradição - Os Bonecos de Santo Aleixo - BSA, oriundos do Alentejo, Portugal, e o Mamulengo, de Pernambuco, Brasil -, neste artigo busca-se discutir algumas tensões presentes em processos de transmissão.

Biografia do Autor

Izabela Brochado, Universidade de Brasilia (UnB), Brasília, DF

Profa. Dra. Departamento de Artes Cênicas e do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas do Instituto de Artes (UnB). Diretora, bonequeira

Downloads

Publicado

2018-09-11

Como Citar

Brochado, I. (2018). Processos de transmissão de tradições: campos de tensão entre rigores e rupturas. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 2(32), 095-102. https://doi.org/10.5965/1414573102322018095

Edição

Seção

Dossiê Temático - Teatro de Animação