A escrita da atriz: Julia Varley, Iben Nagel, Rasmussen e Roberta Carreri

Autores

  • Lúcia Romano Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquista Filho (UNESP), São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102212013098

Resumo

Este artigo discute como as atrizes-criadoras Julia Varley, Iben Nagel Rasmussen e Roberta Carreri inserem no contexto teatral uma nova voz autoral, com implicações para a textualidade, a visualidade da cena e as hierarquias presentes no processo criativo. Varley, Rasmussen e Carreri, integrantes do Odin Teatret, exemplificam uma autonomia criativa das atrizes na gênese do espetáculo, num exemplo especialmente profícuo para a criação teatral contemporânea das mulheres. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lúcia Romano, Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquista Filho (UNESP), São Paulo, SP

Bacharel em teoria do teatro pela ECA – USP, Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC – SP e professora do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquista Filho – UnESP. Atriz fundadora dos grupos Barca de Dionisos e teatro da Vertigem, atua como atriz e produtora na Cia Livre de teatro e na Cia Mundana, de São Paulo.

Downloads

Publicado

2013-12-14

Como Citar

ROMANO, Lúcia. A escrita da atriz: Julia Varley, Iben Nagel, Rasmussen e Roberta Carreri. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 21, p. 098–110, 2013. DOI: 10.5965/1414573102212013098. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102212013098. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Teatro, gênero e feminismos