A iluminação cênica no processo criativo da atuação: princípios e práticas na Companhia de Teatro Engenharia Cênica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020169

Palavras-chave:

Iluminação cênica, atuação polifônica, visualidade, processo criativo

Resumo

O objeto de estudo deste artigo está centrado na problematização de como a experimentação da iluminação cênica na sala de ensaio colabora com a criação dos atores. A argumentação está fundamentada pelas experiências da Companhia de Teatro Engenharia Cênica, do estado do Ceará, em diálogo com os conceitos de atuação polifônica de Ernani Maletta e visualidade de Eduardo Tudella, com o objetivo de levantar questões a respeito de como as relações entre iluminação e atuação podem ser investigadas na gênese da criação da cena. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Renato Gomes Moura, Universidade Regional do Cariri (URCA)

Professor Assistente do Departamento de Teatro da Universidade Regional do Cariri. Doutor em Artes pelo PPGArtes/UFMG. Mestre em Artes Cênicas pelo PPGARC/UFRN. Bacharel em Artes Cênicas pela UFBA.

Referências

APPIA, Adolphe. A Obra de Arte Viva. 3. ed. Amadora-PT: ESTC, 2005.

ARTAUD, Antonin. Linguagem e vida. São Paulo: Perspectiva, 1995.

AZEVEDO, Sônia Machado. O papel do corpo no corpo do ator. São Paulo: Perspectiva, 2004.

CAMARGO, Roberto Gill. Conceito de iluminação cênica: processos coevolutivos. Rio de Janeiro: Música e Tecnologia, 2012.

FERNANDES, Sílvia. A encenação. In: FARIA, João Roberto (dir.). História do Teatro Brasileiro, volume 2: do modernismo às tendências contemporâneas. São Paulo: Perspectiva Edições SESC, 2013.

FERRACINE, Renato. Ensaios de atuação. São Paulo: Perspectiva, 2013.

SIMÕES, Cibele Forjaz. À luz da linguagem: a iluminação cênica: de instrumento de visibilidade à ‘scriptura do visível’ (primeiro recorte: do fogo à Revolução Teatral). São Paulo, 2008. Dissertação (Mestrado em Artes) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, 2008.

GUINSBURG, Jacó. Da cena em cena: ensaios de teatro. São Paulo: Perspectiva, 2007.

MALETTA, Ernani. Atuação Polifônica: princípios e práticas. Belo Horizonte, MG: Editora UFMG, 2016.

MOURA, Luiz Renato Gomes. Os elementos visuais do espetáculo no processo criativo do ator. Belo Horizonte, 2019. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Artes, Universidade Federal de Minas Gerais.

MOURA, Luiz Renato Gomes. A iluminação cênica no trabalho do ator de teatro. Natal, 2014. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

PAVIS, Patrice. Dicionário da performance e do teatro contemporâneo. Tradução de J. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 2017.

PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 2008.

PARKER, Oren W.; SMITH, Harvey K. Scene design and stage lighting. New York: Holt, Rinehart and Winston, 1963.

HOWARD, Pamela. What is scenography? 2. ed., New York: Routledege, 2009.

HOWARD, Pamela. O que é cenografia? (Trad. Carlos Szlak). São Paulo: Edições SESC São Paulo, 2015.

GREINER, Christine. O corpo: pistas para estudos indisciplinares. São Paulo: Annablume, 2005.

ROUBINE, Jean-Jacques. A linguagem da encenação teatral. Rio de janeiro: Ed. Jorge Zahar, 1998.

STANISLAVSKI, Constantin. Manual do ator. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

TUDELLA, Eduardo. Design, Cena e Luz: anotações. Revista Alberto, São Paulo nº 3, p. 11, 2012.

TUDELA, Eduardo Augusto da Silva. A luz na gênese do espetáculo. Salvador: EDUFBA, 2017.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

MOURA, L. R. G. A iluminação cênica no processo criativo da atuação: princípios e práticas na Companhia de Teatro Engenharia Cênica. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 169-181, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020169. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020169. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados