A dramaturgia da luz strehleriana

Autores

  • Antonio Palermo Université de Lille

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020005

Palavras-chave:

Luz, Strehler, Dramaturgia, Teatro, Cenografia

Resumo

Luz, Strehler fez dela uma componente fundamental de seus espetáculos, atuando com transparência, sobreposição de camadas, sombra. Faz parte de uma era teatral, dos anos 1950 aos 1990, e se desenvolveu de uma forma muito pessoal, tornando-se um ponto de referência. Herdeiro de uma cultura avant-garde e europeia, o imaginário strehlerian foi forjado num ambiente milanês, atravessado, a partir dos anos 1920, por artistas - cenógrafos e artistas visuais - muito atentos aos problemas do espaço e da luz. Na prática de Strehler, a iluminação não se articula apenas com a cenografia, mas também com a interpretação, na qual ela se torna parceira, ou com o ritmo musical. Pode ser considerada como uma ferramenta dramatúrgica a serviço da mise-en-scène.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Palermo, Université de Lille

Antonio Palermo chegou à França em 2003, foi assistente de direção até 2012, participando do desenvolvimento de vários espetáculos de teatro, dança-teatro e ópera. Actualmente inscrito num programa de doutoramento na Universidade de Lille, no laboratório CEAC - EA 3587, prepara uma tese sobre "La plasticité de la lumière à travers les mises en scènes de Strehler", sob a direcção de Véronique Perruchon. Membro do grupo de pesquisa Lumière de Spectacle desde 2017, ele co-organiza o simpósio internacional Lumière Matière (Lille 2019 e Veneza 2020). Desde 2014, é professor contratual e depois ATER, como parte da Licença e Mestrado em Artes Cênicas da Universidade de Lille.

Referências

APPIA, Adolphe. Œuvres complètes: 1906-1921. Paris: Age d'homme, 1983.

ASLAN, Odette. Des choix, des techniques. In: La trilogie de la villégiature, Cahiers Théâtre Louvain, n°40, 1979.

BATTISTINI, Fabio. Giorgio Strehler. Roma: Gremese Editore, 1981.

BONINI, Giuseppe ; FERRARI, Giuliana ; FOSSATI, Paolo. Luigi Veronesi, Istituto di storia dell'arte. Centro studi e museo della fotografia, Università di Parma, 1975.

CAMPOLMI, Mino. Come nascono le luci di uno spettacolo. In : Illuminotecnica: rivista mensile di illuminazione stradale, industriale, artistica, d'arredamento e accessori, n° 108, décembre 1969.

MOINDROT, Isabelle. Dramaturgies sensibles. In: Alternatives théâtrales 113-114, 2° trimestre 2012.

STAMPALIA, Giancarlo. Strehler dirige. Veneza: Marsilio,1997.

TANANT, Myriam. Giorgio Strehler, Introduction, entretiens, choix de textes et traduction, Actes sud-Papiers, Paris, 2007.

ZAFFARANO, Luca. Tra luce e pittura. Luigi Veronesi a Milano. In Artribune, présentation de l’exposition Luigi Veronesi - Luce forma costruzione, Milano, 14 janvier au 4 mars 2017. Disponible in https://www.artribune.com/arti-visive/2017/02/mostra-luigi-veronesi-galleria-10-am-milano/, consulté le 10 sept. 2019.

Comédia: hommage à Giorgio Strehler, documentário transmitido no canal Arte, 6 de janeiro de 1998, após a morte do diretor em 25 de dezembro de 1997.

Sites

Archivio Teatro Piccolo de Milan: https://archivio.piccoloteatro.org/ (consulté le 17 décembre 2019).

Archivio Gianni Ratto : http://104.131.75.29/gianni.html (consulté le 17 décembre 2019).

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

PALERMO, A. A dramaturgia da luz strehleriana. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 005-019, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020005. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020005. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados