Arquivos de glória e de repúdio: mudanças de paradigma e de valores no New Burlesque

Autores

  • Gabriela Maffazzoni Chultz Universidade Federal do Rio Grande do Sul /ppgac ufrgs
  • Suzane Weber Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul /ppgac ufrgs

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101342019326

Resumo

Partindo da ideia de arquivos e de reenactman, propomos rever certos momentos da arte burlesca, analisando a dimensão do corpo (sobretudo dançante) na esfera da sensualidade, os distintos regimes de valor envolvidos, além do protagonismo da mulher. Lançamos a questão: como a centenária prática burlesca pode ser analisada sob o prisma de uma manifestação reencenada e reinventada por artistas? O recorte relaciona-se a observação da questão de gênero enquanto atitude de vanguarda, evidenciando o que se refere à ousadia da exibição de corpos de mulheres. Com o intuito de preservar certos arquivos, aproximamos o fenômeno evolutivo do burlesco a um panorama cultural da história da dança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Maffazzoni Chultz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul /ppgac ufrgs

Gabriela Chultz é atriz e dançarina graduada em Teatro pela UFRGS, com habilitação em Interpretação Teatral. Mestre em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS (Bolsista CAPES). Foco de pesquisa em dança/ mulheres/danças populares/mercado de trabalho.

Suzane Weber Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul /ppgac ufrgs

Professora no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e professora adjunta no Departamento de Arte Dramática (UFRGS). Doutora em Estudos e Práticas Artísticas pela Université du Québec à Montréal (2010), Mestre em Ciências do Movimento Humano (1999) e Bacharel em Interpretação Teatral (1996) pela UFRGS.

Downloads

Publicado

2019-04-04

Como Citar

MAFFAZZONI CHULTZ, Gabriela; WEBER SILVA, Suzane. Arquivos de glória e de repúdio: mudanças de paradigma e de valores no New Burlesque. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 34, p. 326–341, 2019. DOI: 10.5965/1414573101342019326. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101342019326. Acesso em: 24 maio. 2024.