Se há transgressão no teatro paulistano contemporâneo: gestos e imagens

Autores

  • Artur Sartori Kon Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101262016078

Resumo

A partir de cenas e imagens de algumas obras teatrais produzidas recentemente em São Paulo, Brasil, procuramos investigar a possibilidade e o sentido de se falar em alguma transgressão nesse teatro, opondo à ideia de um teatro “performativo” (baseado no gesto que visa a uma passagem do campo do estético para o da práxis) uma visão que pretendemos mais complexa: a de uma potência transgressora das imagens mesmas e do próprio estético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Artur Sartori Kon, Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), São Paulo, SP

Mestre e Doutorando pelo Departamento de Filosofia da FFLCH-USP, na área de Estética e Filosofia da Arte. Ator da Cia de Teatro Acidental.

Downloads

Publicado

2016-07-31

Como Citar

KON, A. S. Se há transgressão no teatro paulistano contemporâneo: gestos e imagens. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 078 - 091, 2016. DOI: 10.5965/1414573101262016078. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101262016078. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Desafios do teatro político