O Teatro Negro como fonte de memória e identidade afro-descendente: Análise da peça Transegun, de Cuti

Autores

  • Emerson de Paula Silva

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101242015072

Resumo

Este artigo pretende analisar a peça Transegum de Cuti a partir da ideia de uma construção da memória, estética, corporeidade e identidade afrodescendente de modo a procurar mostrar a importância deste texto como arquivo significativo da historiografia do teatro brasileiro e principalmente para o estudo da construção da identidade do negro no país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emerson de Paula Silva

Mestre em Artes da Cena pela UNICAMP, Especialista em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros pela PUCMINAS - Contagem, Licenciado em Artes Cênicas pela UFOP.

Downloads

Publicado

2015-07-31

Como Citar

SILVA, Emerson de Paula. O Teatro Negro como fonte de memória e identidade afro-descendente: Análise da peça Transegun, de Cuti. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 24, p. 072–091, 2015. DOI: 10.5965/1414573101242015072. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101242015072. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Expressões da cena e do Teatro Negro