As memórias em imagens e relatos: experiências escolares no ensino de artes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234615352023166

Palavras-chave:

Memória, Experiência, Gravura, Ensino de Arte, Formação Docente

Resumo

Este estudo traz uma análise da experiência realizada com os/as acadêmicos/as do curso de Artes Visuais da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) nos anos de 2013 a 2016, nas disciplinas de “Gravura e Pesquisa” e “Serigrafia e Pesquisa”. O objetivo deste estudo é identificar o que os discentes trazem em suas memórias sobre suas experiências escolares relacionadas à disciplina de Artes na educação básica, na forma de relatos e imagens, com o intuito de perceber qual é o lugar da disciplina de Artes e qual tem sido o lugar da gravura no tocante às linguagens artísticas, a fim de compreender o processo de formação para a prática docente no ensino de Artes. Na metodologia, o estudo em questão foi desenvolvido dentro de uma abordagem qualitativa e artográfica, a partir das produções visuais e das memórias/narrativas dos/as acadêmicos/as. A coleta de dados ocorreu mediante a aplicação de um questionário. Com base na análise dos dados, observou-se que a gravura é pouco citada como linguagem artística desenvolvida na escola, sendo mais enfatizados o desenho e a pintura. Conclui-se que as linguagens artísticas, incluindo a poética da gravura, necessitam ser mais desenvolvidas nas salas de aula e que, cada vez mais, o ensino de arte precisa ser valorizado com espaços adequados, como fonte de sensibilidade, empatia e formação na educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giani Rabelo, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Pós-doutorado na Universidade de Lisboa (Instituto de Educação) e Universidade do Estado de Santa Catarina (Faculdade de Educação); Professora Visitante na Universidade de Alicante - Espanha (Instituto Universitário de Estudos Sociais da América Latina) Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008); Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997); Especialista em Serviço Social (1992) pela Universidade Federal de Santa Catarina e Graduada em Serviço Social pela Fundação Educacional do Sul de Santa Catarina (1986). Professora titular da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), desde 1996. Professora permanente dos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e professora de História da Educação nos cursos de licenciatura.

Angelica Neumaier, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Mestra em Educação pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (2018). Professora da Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC desde 1996. Lattes CV: http://lattes.cnpq.br/8844955259241969. E-mail: ann@unesc.net.

Referências

COSTELLA, Antônio. Introdução à gravura e à sua história. Campos do Jordão, SP: Mantiqueira, 2003.

DIAS, Belidson; IRWIN, Rita (org.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria, RS: UFSM, 2013.

HERNÁNDEZ, Fernando. A pesquisa baseada nas artes: propostas para repensar a pesquisa educativa. In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rita (orgs.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria, RS: UFSM, 2013. p. 39-62.

MARTINS, Mirian Celeste; PICOSQUE, Gisa; GUERRA, Maria Terezinha Telles. Didática do ensino de arte: poetizar, fruir e conhecer a arte. São Paulo: FTD, 1998.

MARTINS, Mirian Celeste; PICOSQUE, Gisa. Mediação cultural para professores andarilhos na cultura. São Paulo: Intermeios, 2012.

MARTINS, Mirian Celeste. Entrevidas: a inquietude de professores-propositores. Educação, v. 31, n. 2, p. 1984-6444, 2006.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, v. 10, p. 7-28, 1993.

OTTO, Clarícia. Nos rastros da memória. Florianópolis: NUP/CED/UFSC, 2012.

PAGATINI, Rafael. Marcas e transposições da memória: reflexões sobre Procedimentos utilizando a gravura. 2012. 147 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

ROSITO, Margaréte May Berkenbrok. Pedagogia imaginal: uma narrativa formativa autobiográfica entre os lugares da saúde e da educação. In: SILVA, Vera Lucia Gaspar da; CUNHA, Jorge Luiz da. Práticas de formação, memória e pesquisa (auto) biográfica. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

SOUZA, Elizeu Clementino de; MEIRELES, Mariana Martins de. Fotobiografia e entrevista narrativa: modos de narrar a vida e a cultura escolar. In: MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene; SOUZA, Elizeu Clementino de (orgs.). Pesquisa narrativa: interfaces entre histórias de vida, arte e educação. Santa Maria, RS: UFSM, 2017. p. 125-141.

Downloads

Publicado

2023-02-01

Como Citar

RABELO, Giani; NEUMAIER, Angelica. As memórias em imagens e relatos: experiências escolares no ensino de artes. Palíndromo, Florianópolis, v. 15, n. 35, p. 166–190, 2023. DOI: 10.5965/2175234615352023166. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/22845. Acesso em: 29 fev. 2024.