A pesquisa a/r/tográfica no território da pedagogia e das sensibilidades

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234615352023031

Palavras-chave:

Estética (artes), Artes, Criação artística

Resumo

A pesquisa A/r/tográfica no território da pedagogia tem como objetivo pensar a A/r/tografia como metodologia de pesquisa no contexto de um curso de Pedagogia, compreendendo o papel do artista/pesquisador/professor e dos acadêmicos, como (inter)locutores nos processos de criação e (re)invenção artísticos e culturais. A metodologia tem abordagem A/r/tográfica, tendo como fio condutor três Oficinas Estéticas desenvolvidas ao longo de um semestre. A escolha se deu pela nossa vontade de partilhar experiências com acadêmicos de Pedagogia, mobilizadas pela música, modelagem e artesania, campos que se conectam com nossas formações enquanto artistas/pesquisadoras/professoras. O que nos impulsionou a escolha temática e a metodologia foi o entendimento de que em um processo formativo, as narrativas nos educam e nos movem a (re)inventar o já inventado. A arte em sua amplitude e complexidade possibilita a apropriação da realidade e a nossa potência imaginária. A produção de dados foi ancorada em narrativas sonoras, visuais e corporais, tendo como fundamento conceitual/metodológico, a análise interpretativa, traduzidas em atitudes e maneiras de ser e de pensar. Os processos/resultados nos indicaram que os (inter)locutores, acadêmicos de Pedagogia, compreenderam o sentido da formação como viagem itinerária por meio das Artes e das sensibilidades. As Oficinas Estéticas potencializaram o estar junto e os percursos formativos numa construção identitária, ética e estética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Fraga da Costa, Universidade da Região de Joinville

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação - Patrimônio Cultural e Sociedade na Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), Joinville, SC, Brasil. Bolsista CAPES/PROSUC. Pesquisadora voluntária no Núcleo de Pesquisa em Arte na Educação (NUPAE/UNIVILLE). E-mail: ritadacosta08@gmail.com.

Silvia Sell Duarte Pillotto, Universidade da Região de Joinville

Pós-Doutora no Instituto Estudos da Criança - IEC na Universidade do MINHO (UMINHO), Braga/Portugal. Professora titular do Programa de Pós Graduação - Mestrado em Educação da Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), Joinville, SC, Brasil. Líder do Núcleo de Pesquisa em Arte na Educação (NUPAE/UNIVILLE). E-mail: pillotto0@gmail.com

Mirtes Antunes Locatelli Strapazzon, Universidade da Região de Joinville

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação - Patrimônio Cultural e Sociedade na Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), Joinville, SC, Brasil. Professora titular de Música, Diretora e Coordenadora do Curso de Artes no Conservatório Belas Artes de Joinville, SC. Vice-líder do Núcleo de Pesquisa em Arte na Educação (NUPAE/UNIVILLE). E-mail: mirteslocatelli@gmail.com

Referências

ALBUQUERQUE, Moema Helena Koche de. Formação docente para educação infantil no Brasil: configurações curriculares nos cursos de Pedagogia. 2013. 198 f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

ARAÚJO, Anna Rita Ferreira de. A formação em arte nos cursos de pedagogia em Goiás. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 37., 2015, Florianópolis. Anais eletrônicos [...] Florianópolis: UFSC, 2015. p. 1-13. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/trabalho-gt24-4307.pdf . Acesso em: 28 set. 2022.

BIRCK, Rosemeri. Ensino da arte em cursos de pedagogia: a busca pela formação humana. Revista Acta Scientiarum - História e filosofia da educação, [S.l.], v. 43, e54923, 2021. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/54923 . Acesso em: 27 set. 2022.

COPLAND, Aaron. Como ouvir e entender música. Tradução Luiz Paulo Horta. 2. ed. São Paulo: Realizações Editora, 2014.

COSTA, Rita de Cássia Fraga da. Artesania: formação cultural, construções identitárias e experiências sensíveis na terceira idade. 2019. 159 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade da Região de Joinville, Joinville, 2019. Disponível em: https://www.univille.edu.br/account/mestradoedu/VirtualDisk.html/downloadDirect/1502804/Rita_de_Cassia_Fraga_da_Costa.pdf . Acesso em: 12 set. 2022.

DIAS, Belidson. A/r/tografia como Metodologia e Pedagogia em Artes. In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rita L. (org.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2013. p. 21-26.

GATTI, Bernadete Angelina. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 11-15., out./dez. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/R5VNX8SpKjNmKPxxp4QMt9M/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 20 set. 2022.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: Unesco, 2009.

GOMES, Marineide de Oliveira. O lugar da formação de professores de educação infantil em cursos de pedagogia: formação menor para o trabalho com crianças pequenas? In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 38., 2017, São Luís. Anais eletrônicos [...] São Luís: UFMA, 2017. Disponível em: http://38reuniao.anped.org.br/sites/default/files . Acesso em: 28 set.2022.

HAAR, Michel. A obra de arte: ensaio sobre a ontologia das obras. [Tradução Maria Helena Kühnner]. Rio de Janeiro: DIFEL, 2000. (Coleção Enfoques - Filosofia).

IRWIN, Rita L. Comunidades de prática a/r/tográfica [Tradução Luiza Gunther] In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rila L. (org.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2013. p. 155-167.

IRWIN, Rita L.; SPRINGGAY, Stephanie. A/r/tografia como forma de pesquisa baseada na prática. [Tradução Tatiana Fernandez] In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rila L. (org.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2013. p. 137-154.

KOVADLOFF, Santiago. O silêncio primordial. Tradução de Eric Nepomuceno e Luís Carlos Cabral. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 2003.

KRAUSS, Rosalind. Caminhos da escultura moderna. Tradução Julio Fischer. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1998.

KRAUSS, Rosalind. Perpetual inventory. Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 2010.

LAMPERT, Jociele. Arte contemporânea, cultura visual e formação. Docente. Tese (Doutorado em Artes Visuais), Escola de Comunicação e Artes, USP. São Paulo: USP, 2009.

LEITE, Maria Isabel; OSTETTO, Luciana Esmeralda. Arte, infância e formação de professores. Campinas: Papirus, 2004.

MARTINS, Mirian Celeste. De ponta-cabeça: descobrir percepções sensíveis pelos olhos de aspirantes a professores. Revista Gearte, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p. 226-252, maio/ago. 2021. Disponível em: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:4GEFgn6kmD0J:https://www.seer.ufrgs.br/gearte/article/viewFile/117500/63976&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br . Acesso em: 10 set. 2022.

MARTINS, Mirian Celeste. Pensar juntos mediação cultural: [entre]laçando experiências e conceitos. 1. ed. São Paulo: Terracota Editora, 2014.

MARTINS, Mirian Celeste; LOMBARDI, Lúcia Maria Salgado dos Santos. A arte na pedagogia e a formação do professor para educação infantil e anos iniciais: inquietações e esperanças. Trama Interdisciplinar, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 23-36, maio/ago. 2015. Disponível em: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:sfw_zqceEaMJ:https://www.seer.ufrgs.br/gearte/article/viewFile/117499/63973&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br . Acesso em: 10 set. 2022.

MEIRA, Marly. O sentido de aprender pelos sentidos. In: PILLOTTO, Silvia Sell Duarte; BOHN, Letícia Ribas Diefenthaeler (org.). Arte/Educação: ensinar e aprender no ensino básico. Joinville: Editora da Univille, 2014. p. 53-62.

MEIRA, Marly Ribeiro. Filosofia da criação: reflexões sobre o sentido do sensível. v.4, 3. ed. Porto Alegre: Mediação, 2009.

MEIRA, Marly Ribeiro; PILLOTTO, Silvia Sell Duarte. Arte, afeto e educação: a sensibilidade na ação pedagógica. Porto Alegre: Mediação, 2010.

MOMOLI, Daniel; EGAS, Olga. A dimensão estética na formação dos pedagogos. Trama Interdisciplinar, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 59-74, maio/ago. 2015.

OSTETTO, Luciana Esmeralda; SILVA, Greice Duarte de Brito. Formação docente, Educação Infantil e arte: entre faltas, necessidades e desejos. Revista Educação e Cultura Contemporânea, [on-line], v. 15, n. 41, p. 260-287, 2018. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2238-12792018000400260&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 28 set. 2022.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2015.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. Tradução Mônica Costa Netto. 2. ed., São Paulo: Editora 34, 2009.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. [Tradução Lilian do Valle]. 3. ed., Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2015.

STRAPAZZON, Mirtes Antunes Locatelli. Singela Graça. Composição para piano. Joinville, 2020.

VIANNA, Maria Letícia Rauen. Desenhos estereotipados: um mal necessário ou é necessário acabar com este mal? Revista Advir. Rio de Janeiro, n. 5, [n.p], 2012. Disponível em: https://www.academia.edu/36972093. Acesso em: 20 set. 2022.

Downloads

Publicado

2023-02-01

Como Citar

COSTA, Rita de Cássia Fraga da; PILLOTTO, Silvia Sell Duarte; STRAPAZZON, Mirtes Antunes Locatelli. A pesquisa a/r/tográfica no território da pedagogia e das sensibilidades. Palíndromo, Florianópolis, v. 15, n. 35, p. 31–52, 2023. DOI: 10.5965/2175234615352023031. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/22821. Acesso em: 29 fev. 2024.