Ter fé é dançar na beira do abismo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234614342022213

Palavras-chave:

Processo poético, Fotoperformances, Autorrepresentação, Erotismo

Resumo

Este ensaio visual é composto por dez fotografias manipuladas digitalmente em um software de bordado. As imagens que apresentam dois corpos dançando unem duas práticas substanciais na minha pesquisa artística: fotografias performativas com a minha mãe e experimentações com bordado, que agora incorpora elementos digitais. O texto discorre sobre aspectos formais que constituem o ensaio, bem como sobre algumas bases teóricas e conceituais que atravessam o meu processo criativo. Partindo da articulação entre os conceitos de Escrevivência, Escrita de Si e Autopoiesis e entendendo o erotismo como um posicionamento político diante do mundo, que diz respeito a dimensão estética e ética da vida em sociedade, aposto na narração de si enquanto ato erótico de reafirmação da vida

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dariane Martiol de Souza, Universidade do Estado de Santa Catarina

Dariane Martiól (1988) nasceu em Coronel Vivida - PR. É artista visual, mestranda em processos artísticos contemporâneos no PPGAV/UDESC; bacharela em Pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (2021) e licenciada em Filosofia (UNICENTRO 2012). Tem participado de exposições como o SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto e o Festival de Fotografia de Paranapiacaba. Em 2021 foi premiada no festival de fotografia Photothigs e ficou em 1° lugar no 17° Salão Nacional de Arte Contemporânea de Guarulhos.

Referências

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Ed. Veja, 2009.

MATURANA R., Humberto; VARELA GARCIA, Francisco J; ACUÑA LLORENS, Juan. De maquinas e seres vivos: autopoiese: a organização do vivo. 3.ed. Porto Alegre: Artes Medicas: 1997.

NIETZSCHE, Friedrich. Vontade de Potência. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

SANTANA, Tayrine; ZAPPAROLI, Alecsandra. Conceição Evaristo – “A Escrevivência serve também para as pessoas pensarem”. Disponível em: https://www.itausocial.org.br/noticias/conceicao-evaristo-a-escrevivencia-serve-tambem-para-as-pessoas-pensarem/. Acesso em: 30 Maio. 2022.

SIMIONI, Ana Paula. Bordado e Transgressão: questões de gênero na arte de Rosana Paulino e Rosana Palazyan. Proa Revista de Antropologia e Arte, online, v. 2, 02 nov 2010. Disponível em: file:///D:/2375-Texto%20do%20artigo-6570-1-10-20161120.pdf. Acesso em: 14 mar. 2021.

Downloads

Publicado

2022-09-01

Como Citar

SOUZA, D. M. de. Ter fé é dançar na beira do abismo. Palíndromo, Florianópolis, v. 14, n. 34, p. 213-228, 2022. DOI: 10.5965/2175234614342022213. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/22164. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Seção temática