Detalhes em São Jerônimo: pura atração e fascínio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234614332022118

Palavras-chave:

São Jerônimo, Atlas Mnemosyne, Recepção e interpretação de São Jerônimo, Detalhes na arte

Resumo

Em um dossiê com a temática de “Detalhes”, trataremos de detalhes em obras que se ocupam da figura de São Jerônimo, realizando uma narrativa visual da vida do santo. O detalhe na obra, obras em detalhe, o detalhe visual como elemento plástico, com suas minúcias, iconografia e possível interpretação. Que possíveis mensagens subliminares perpassam os detalhes, os objetos, o cenário, elementos que acompanham a figura fascinante deste santo tão observado por artistas de tempos tão diversos? O que sua figura pode nos dizer ainda hoje? Fundamentado em autores que lidam com o tema de detalhes, das imagens de São Jeronimo que constam no Atlas Mnemosyne, discorre-se também sobre a identidade de um leitor e as possíveis interpretações de uma obra. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Maribele Wedekin, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Professora do Departamento de Design e da Linha de Teoria e História da Arte do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UDESC. Pós-doutorado no PPGAV- UDESC na linha de Teoria e História da Arte; Doutora em Psicologia (UFSC); M.A. em History of Art (The Courtauld Institute of Art); Mestre em Antropologia Social (UFSC); Especialista em Estudos Culturais (UFSC); Graduada em Educação Artística - Habilitação em Artes Plásticas (UDESC).  Membro do CBHA, ANPAP e ABCA. Lattes: http://lattes.cnpq.br/5239304823588475

Sandra Makowiecky, UDESC

Professora Titular da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - graduação, mestrado e doutorado em Artes Visuais do PPGAV-CEART. Membro da ABCA. Membro da AICA. Membro do CBHA. Membro da ANPAP. Membro do IHGSC. Coordenadora do MESC-UDESC. (UDESC). Lattes: http://lattes.cnpq.br/7738155362538526 

Referências

ARASSE, Daniel. El detalle. Por una história cercana de la pintura. Madrid: Abada Editores, 2008.

ARASSE, Daniel. Nada se vê: Seis ensaios sobre a pintura. São Paulo; Editora 34, 2019.

ARNS, Paulo Evaristo. A técnica do livro segundo São Jerônimo. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

BAPTISTA, Marco Antonio. A produção pictórica de Sebastiao Vieira Fernandes. 2020. 199f. Dissertação. (Mestrado em Artes Visuais) – Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis.

BOCK, Sebastian: The "Egg" of the Pala Montefeltro by Piero della Francesca and its symbolic meaning. Heidelberg: Universität Heidelberg / Zentrale und Sonstige Einrichtungen,2003. Disponível em: https://archiv.ub.uni-heidelberg.de/volltextserver/3123/1/PieroEgg.pdf Acesso em: 26/01/2022.

CASSIRER, E. Epitáfio a Aby Warburg (1929). Tradução de I.C. Fragelli. In: Discurso, 46(1), p. 271-282, 2016. Disponível em: ˂https://doi.org/10.11606/issn.2318- 8863.discurso.2016.119172˃. Acesso em: 23 mar. 2020.

CLARK, Kenneth. One hundred details from pictures in the National Gallery. London: Trustees, 1938.

FERGUSON, George. Signs & Symbols in Christian Art. Oxford: Oxford University Press, 1961.

GOMBRICH, Ernst. Aby Warburg une biographie intellectuelle. Péronnas: Klincksieck, 2015.

HALL, James. Dictionary of Subjects & Symbols in Art. New York: Icon Editions, 1974.

MANGUEL, A. A biblioteca à noite. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

MANGUEL, A. Uma história da leitura. São Paulo: Companhia das Letras, São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

MARQUES, Luiz (org.). Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. São Paulo: MASP, 1998. (reedição, 2008).

OLIVEIRA, V. B.; MAKOWIECKY, S. O conhecimento secreto de David Hockney e as múltiplas janelas de tempo nos desenhos de Jandira Lorenz. Revista Gearte, v. 2, p. 37-60, 2015.

PAMUK, Orham. Meu nome é vermelho. São Paulo: Companhia das Letras, Companhia de bolso, 2013, p. 568).

PEREIRA JUNIOR, Luiz Costa. Toda biblioteca é uma autobiografia. 2011.Disponivel em https://revistaensinosuperior.com.br/toda-biblioteca-e-uma-autobiografia/>. Acesso em 13 jan. 2022.

RÉAU, Louis. Iconographie de L´art Chrétien. Tome III. Iconographie des saints II. G-O. Paris, Presses universitaires de France, 1958.

SACCO, Daniela. La matrice trágica dell’atto artístico. Risonanza teatrale nei concetti di denkraum e pathosformel di Aby Warburg. Engramma, n. 130, ott.-nov.2015. Disponível em: http://www.engramma.it/eOS/index.php?id_articolo=2690 Acesso em: 17/01/2022.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 16. ed. Porto: B. Sousa Santos e Edições Afrontamento, 2010.

SEMINARIO MNEMOSYNE. Figure della Malinconia attraverso l’Atalante delle Memoria. Engramma, n. 170, dic. 2016. Disponível em: http://www.engramma.it/eOS/index.php?id_articolo=3039 Acesso em: 16/01/2022

SILL, Gertrude G. A handbook of Symbols in Christian Art. New York: Collier Books, 1975.

Site de imagens sobre São Jerônimo. Disponivel em< https://kripkit.com/category/pinturas-sobre-san-jernimo-en-el-estudio/>. Acesso em 13 jan.2022

STRACKE, Richard. Saint Jerome: The Iconography. 2014. Disponível em < https://www.christianiconography.info/jerome.html>. Acesso em 10 jan.2022

TELLES, Patrícia D. Chamada para o Dossiê número 33 da revista Palíndromo. 2021. Disponível em < https://www.revistas.udesc.br/index.php/palindromo/announcement>. Acesso em 10 jan.2022.

VARAZZE, Jacopo. Legenda Áurea. Vida de santos. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

WARBURG, Aby. A antiga profecia pagã em palavras e imagens nos tempos de Lutero (1920). In: A renovação da Antiguidade pagã: Contribuições científico-culturais para a história do Renascimento europeu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013. p. 515-622.

WARBURG, Aby. Bilderatlas Mnemosyne – The original. Berlim: Hatje Cantz; 1ª edição, 2020.

Downloads

Publicado

2022-05-01

Como Citar

WEDEKIN, L. M.; MAKOWIECKY, S. Detalhes em São Jerônimo: pura atração e fascínio. Palíndromo, Florianópolis, v. 14, n. 33, p. 118 - 145, 2022. DOI: 10.5965/2175234614332022118. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/21606. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Seção temática