Corpos insurgentes: o contundente panorama da arte feminista na américa latina no recente livro da pesquisadora argentina Andrea Giunta

Autores

  • Alessandra Mello Simões Paiva Universidade Federal do Sul da Bahia (UFBA)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234614322022349

Palavras-chave:

Arte feminista, Arte latino-americana, Mulheres artistas, História da arte, Arte decolonialista

Resumo

A compreensão dos complexos problemas que envolvem a representação das mulheres no mundo da arte, especialmente na América Latina, é a principal contribuição do livro “Feminismo Y Arte Latinoamericano – historias de artistas que emanciparon el cuerpo”, da pesquisadora e curadora Andrea Giunta, lançado em 2018 na Argentina. Com extensos dados quantitativos e análise teórica rigorosa, Giunta traça painel incisivo a respeito do papel das artistas mulheres na região e seu legado para a desconstrução do cânone patriarcal. Evitando generalizações frágeis, essencialismos simplificadores e lugares comuns acerca da arte feminista, a pesquisadora lança mão de perspectivas variadas, como a relação entre militância política e militância feminista, a diferenciação entre arte feminista e arte feminina, a nova agenda para o auto-retrato não centrado no eu, estereótipos sociais do feminino e da prostituição. Desta forma, a obra se destaca por seu pioneirismo em condensar - a partir de inédito estudo comparativo entre artistas de vários países - uma possível história da arte feminista latino-americana.

Referências

GIUNTA, A. Feminismo y Arte Latinoamericano. Historias de Artistas que Emanciparon el Cuerpo. 1 ed., Buenos Aires: Siglo XXI, 2018. 296 p.

Downloads

Publicado

2022-01-03

Como Citar

PAIVA, A. M. S. Corpos insurgentes: o contundente panorama da arte feminista na américa latina no recente livro da pesquisadora argentina Andrea Giunta. Palíndromo, Florianópolis, v. 14, n. 32, p. 349-360, 2022. DOI: 10.5965/2175234614322022349. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/18730. Acesso em: 25 jan. 2022.