Metodologias de ensino de Estudos Corporais e do Movimento para o ensino de Artes/Dança

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/235809252712023e4440

Palavras-chave:

dança, práticas corporais, educação

Resumo

O presente artigo aborda algumas experiências feitas em dois componentes curriculares do curso de graduação em dança e do Mestrado profissional em Ensino de Artes na UFRN. As vivências explicitadas são pautadas em práticas corporais e de movimento para o ensino da Dança e suas possíveis aplicabilidades na educação básica. O texto relaciona tais experiências com os conteúdos do Ensino da Dança e com o que prega a BNCC para o ensino de Arte/Dança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcilio de Souza Vieira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bolsista de Produtividade em Pesquisa – nível 2, Artista da Cena, Pós-Doutor em Artes e em Educação, Doutor em Educação, Professor do Curso de Dança e dos Programas de Pós-Graduação PPGArC, PPGEd e PROFARTES da UFRN. Líder do Grupo de Pesquisa em Corpo, Dança e Processos de Criação (CIRANDAR) e Membro pesquisador do Grupo de Pesquisa Corpo, Fenomenologia e Movimento (Grupo Estesia/UFRN).

Referências

ANDRADE, C. R.; GODOY, K. M. A. Dança com crianças: proposta, ensino e possibilidades. 1 ed. Curitiba: Aprris, 2018.

ANDRAUS, M. B. M. A “outra coisa”: ensino de composição artís- tica mediado por vídeo e o uso de tecnologia como estratégia no contexto da pandemia covid19. Olhares e Trilhas, v. 23, n. 2, abril-jun/2021, pp. 504-518. Disponível em: https://seer.ufu. br/index.php/olharesetrilhas/article/view/60103 . Acesso em: 6 jan. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular, MEC/CONSED/UNDIME NACIONAL. 2017.

CLARCK, L. Lygia Clark. Barcelona: Fundació Antoni Tàpies, 1998.

CROUCH, C., & MAZUR, E. Peer Instruction: Ten Years of Experience and Results. American Journal of Physics, 2001, v. 69(9), p. 970-977. Disponível em https://web.mit.edu/jbelcher/ www/TEALref/Crouch_Mazur.pdf. Acessado em 11 de novembro de 2022.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1974.

LABAN, R. The mastery of movement. London: Dance Books Ltd, 2011.

LINS, M.J.S.C. Educação Bancária: uma questão filosófica de aprendizagem. Educação e Cultura Contemporânea, v. 8, p. 16, 2011. Disponível em http://periodicos.estacio.br/index.php/ reeduc/issue/view/33 Acessado em 05 de janeiro de 2023.

MORÁN, J. M. Mudando a educação com metodologias ativas. In: Souza, C. A., & Torres-Morales, O. E. (orgs.). Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens. Ponta Grossa, PR: UEPG, 2015.

RAVINDRANATH, D., GAY, T. L., & RIBA, M. B. Trainees as teachers in team-based learning. Academic Psychiatry, 2010, v. 34(4), p. 294-297. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih. gov/20576991/. Acessado em 11 de novembro de 2022.

RENGEL, L. Dicionário Laban. São Paulo: Annablume, 2000.

ROBATTO, L. A dança como via privilegiada de educação: relato de uma experiência. Salvador: EDUFBA, 2012.

ROLNIK, S. Arquivo para uma obra-acontecimento. Ativação da memória corporal da poética de Lygia Clark e seu contex- to. 2011. Disponível em https://desarquivo.org. Acessado em 02/05/2021.

VALENTE, J. A. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Edição Especial n.4, 79-97, 2014. Disponível em https://www.scielo. br/j/er/a/GLd4P7sVN8McLBcbdQVyZyG/?format=pdf&lang=pt. Acessado em 11 de novembro de 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-14

Como Citar

VIEIRA, Marcilio de Souza. Metodologias de ensino de Estudos Corporais e do Movimento para o ensino de Artes/Dança. Revista NUPEART, Florianópolis, v. 27, n. 2, p. 02–14, 2023. DOI: 10.5965/235809252712023e4440. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/24440. Acesso em: 14 abr. 2024.