Da literatura à cena

Jogos teatrais e apropriação literária na aula de Arte/Teatro no Ensino Médio

Autores

  • Joana Leticia Araujo Vogel Universidade Estadual de Santa Catarina (Udesc), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/2358092525252021188

Palavras-chave:

Pedagogia do teatro, Leitura compartilhada, Apropriação literária e teatral

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma Proposta Pedagógica2 de apropriação literária e teatral, a partir do romance “Dom Casmurro” de Machado de Assis, no contexto da disciplina
de Arte no Colégio Estadual São Cristóvão, em União da Vitória, Paraná, vinculada ao Mestrado Profissional em Artes - UDESC. Seguindo as orientações dos marcos legais da BNCC e das Diretrizes e Bases da Educação do estado do Paraná, investigamos as possibilidades de fomentar repertório para processos criativos teatrais na escola por meio da literatura, leitura
compartilhada, escrita colaborativa e jogos teatrais. A metodologia aplicada à prática foi de pesquisa-ação com procedimentos de pesquisa participante e pesquisa bibliográfica. Os principais conceitos em discussão são a leitura compartilhada (VIDOR, 2016), recepção literária (ZUMTHOR, 2000), o prazer e a fruição do texto (BARTHES, 2015), a apropriação no âmbito da literatura e do teatro (MARTINS, 2004), a escrita individual e colaborativa (NICOLETE, 2002), a composição cênica (PUPO, 2005; MARTINS, 2004). O processo de apropriação resultou em três cenas que foram construídas em conjunto e apresentadas como resultado à comunidade escolar.

Referências

ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. São Paulo: Ed. Moderna, 1983.

BARRETO Cristiane. A travessia do Narrativo para o Dramático no Contexto educacional. Jundiaí: Paco Editorial, 2015.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. Trad. J Guinsburg. 6ª Edição. Fortaleza, CE: 2015.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf. Acesso em: 31 Mar. 2020.

MARTINS, Marcos Bulhões. Encenação e jogo: experimento de aprendizagem e criação do teatro. São Paulo: Hucitec, 2004.

NICOLETE, Adelia. Criação coletiva e processo colaborativo: algumas semelhanças e diferenças no trabalho colaborativo. Revista Sala Preta. São Paulo, SP: Vol. 2, p. 318-325, 2002. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v2i0p318-325. Acesso em: 15 Ago. 2020.

PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica: Arte. Curitiba, 2008.

PUPO, Maria Lúcia de Souza Barros. Entre o Mediterrâneo e o Atlântico, uma aventura teatral. São Paulo: Perspectiva: Capes-SP: Fapesp-SP, 2005.

SOARES, Magda Becker. As muitas facetas da alfabetização. Caderno de pesquisa. São Paulo (52): 19-24, fev. 1985. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1358.pdf. Acesso em 19 Jun. 2020.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Revista Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf. Acesso em 03 Out. 2019.

VIDOR, Heloise Baurich. Leitura e teatro: aproximação a apropriação de texto literário. 1. Ed. São Paulo: Hucitec; Florianópolis, SC: Fapesc, 2016.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção e leitura. Tradução. Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: EDUC, 2000.

Downloads

Publicado

2021-09-01

Como Citar

VOGEL, J. L. A. Da literatura à cena: Jogos teatrais e apropriação literária na aula de Arte/Teatro no Ensino Médio. Revista NUPEART, Florianópolis, v. 25, n. 25, p. 188-209, 2021. DOI: 10.5965/2358092525252021188. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/19574. Acesso em: 18 set. 2021.