Além da ânima: aproximações entre o teatro de objetos e a arte da performance

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701262022185

Palavras-chave:

Teatro, Animação, Boneco, Objeto, Performance

Resumo

Este artigo reflete sobre a ação de animar como elemento estruturante no teatro de bonecos e sua superação levada a efeito por algumas tendências do teatro de objetos, uma vertente do teatro de animação contemporâneo que se utiliza de artefatos do cotidiano em vez de bonecos em suas montagens. Argumenta-se que, ao tempo em que intencionalmente distanciam-se da animação e suas técnicas associadas, estes artistas e grupos passam a valorizar outros procedimentos similares aos do campo da arte da performance. Conclui-se que tal movimento contribui para ampliar o horizonte de possibilidades do teatro de objetos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Oliveira Parente, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

professor do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD. Doutor em artes cênicas pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Bacharel e Mestre em Teatro pela Universidade de São Paulo – USP. Ator e diretor teatral. Cofundador do Núcleo Cena Viva, um grupo de teatro com atuação em Dourados-MS. Sua pesquisa mais recente investiga as possibilidades dos objetos ou coisas materiais inanimadas em processos artísticos e pedagógicos. 

Ariane Guerra Barros, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Professora do curso de Graduação em Artes Cênicas e Pós-Graduação lato sensu/Especialização em Teatro e Educação na Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Docente colaboradora do Programa de Mestrado Profissional em Artes – PROFARTES/FAALC/UFMS. Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde pesquisou sobre corpo e(m) performance e Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É atriz, performer, diretora artística, preparadora corporal e radialista. Atualmente faz parte da Cia. Última Hora, em Dourados/MS/Brasil, cujas funções são: atriz, performer, encenadora, preparadora corporal e produtora. Fez parte do Grupo Teatro Sarcáustico, Grupo Farsa e Cia. Teatral Faces & Carretos em Porto Alegre/RS/Brasil, onde atuou como atriz e produtora.

Referências

AMARAL, Ana Maria. O ator e seus duplos. São Paulo: Senac, 2002.

AMARAL, Ana Maria. Teatro de formas animadas: máscaras, bonecos, objetos. São Paulo: Edusp, 1991.

BARTHES, Roland. A aventura semiológica. Lisboa: Edições 70, 1987.

BELLOTTO, Lisandro Pires; ISAACSSON, Marta. O teatro no campo do real: estudo de caso em 100% São Paulo. Urdimento, Florianópolis, v. 2, n. 29, p. 4-14, 2017.

BELTRAME, Valmor. Animar o inanimado. A formação profissional no teatro de bonecos. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

CARLSON, Marvin. Performance: uma introdução crítica. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

COHEN, Renato. Performance como linguagem. São Paulo: Perspectiva, 1989.

COSTA, Felisberto Sabino da. O objeto e o teatro contemporâneo. Móin-Móin – Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, n. 04, p. 109-123, 2007.

D’ÁVILA, Flávia Ruchdeschel. Teatro de objetos: um olhar singular sobre o cotidiano. Dissertação (Mestrado em Teatro) - Programa de Pós-Graduação em Artes, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2013.

DOHMANN, Marcus. O objeto e a experiência material. Arte e Ensaios. Rio de Janeiro: 2010. Nº 20. Disponível em: https://www.ppgav.eba.ufrj.br/publicacao/arte-ensaios-20/ Acesso em: 27 jun. 2021.

FÉRAL, Josette. Além dos limites: teoria e prática do teatro. São Paulo: Perspectiva, 2015.

FORTES JUNIOR, Hugo Fernando Salinas. Dos objetos às coisas na poética da performance. DATjournal, São Paulo, v. 3, n. 01, p. 131-146, 2018. Disponível em: https://datjournal.anhembi.br/dat/article/view/77. Acesso em: 27 jun. 2021.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro Pós Dramático. São Paulo: Cosac-Naif, 2007.

PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. São Paulo: Perspectiva, 1999.

PARENTE, José Oliveira. Preparação corporal do ator para o teatro de animação: uma experiência. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

QUILICI, Cassiano Sydow. O ator-performer e as poéticas da transformação de si. São Paulo: Annablume, 2015.

ROLLA, Marco Paulo. O corpo e o material: uma reflexão social do desejo na vida através da arte. Dissertação (Mestrado em Artes) - Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

TILLIS, Steve. Toward an aesthetcs of the puppet. Londres: Grenwood, 1992.

VARGAS, Sandra. A força poética na memória dos objetos. Urdimento, Florianópolis, v. 2, n. 32, p. 425-434, 2018. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102322018425. Acesso em: 27 jun. 2021.

VARGAS, Sandra. O teatro de objetos: história, ideias e reflexões. Móin-Móin – Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Jaraguá do Sul: Scar-Udesc, n. 7, p. 27-43, 2010.

Downloads

Publicado

2022-09-03

Como Citar

PARENTE, J. O.; GUERRA BARROS, A. . Além da ânima: aproximações entre o teatro de objetos e a arte da performance. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 185-205, 2022. DOI: 10.5965/2595034701262022185. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/22014. Acesso em: 6 out. 2022.