A necessidade da mudança na continuidade da tradição do mamulengo

Autores

  • Chico Simões Mamulengo Presepada (Brasília)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702212019477

Resumo

Este artigo registra a fala do artista popular mamulengueiro Chico Simões na mesa-redonda Processos criativos em diálogo com as tradições, durante o evento Pro-Vocação – 3º Encontro Internacional sobre Formação de Teatro de Animação. O texto2 aborda a tradição do mamulengo, suas modificações ao longo do tempo e sua relação com a Commedia dell’Arte. Também reflete sobre alguns conflitos entre mestres e aprendizes e sobre a relação dessa manifestação popular com a academia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chico Simões, Mamulengo Presepada (Brasília)

Artista popular com mais de 30 anos de estrada e de luta, mais de 2.500 apresentações e 25 países visitados, trabalhando como palhaço, mágico, camelô, ventríloquo e bonequeiro, numa trajetória consagrada por diversos prêmios. Foi presidente da ABTB – Associação Brasileira de Teatro de Bonecos, filiada à UNIMA. Coordena o grupo Mamulengo Presepada e atualmente constrói o espaço Vila Mamulengo, no povoado de Olhos D’Água – Alexânia/GO.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

SIMÕES, Chico. A necessidade da mudança na continuidade da tradição do mamulengo. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 2, n. 21, p. 477–487, 2019. DOI: 10.5965/2595034702212019477. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034702212019477. Acesso em: 15 jun. 2024.