Teatro de bonecos: proposta lúdico-investigativa na articulação de temáticas sociocientíficas na escola

Autores

  • Anna Cecília de Alencar Reis Universidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH/USP)
  • Emerson Izidoro dos Santos Universidade Federal de São Paulo
  • Luís Paulo de Carvalho Piassi Universidade de São Paulo- Escola de Artes, Ciências e Humanidades.

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701202019104

Resumo

Neste artigo apresentamos uma proposta de intervenção a partir do teatro de bonecos em relação a leitura e a contação de histórias. Para tanto, elencamos obras direcionadas a divulgação do teatro de bonecos no ambiente escolar, datada entre as décadas de 40 a 80, para compreendermos como alguns conceitos para este campo foram estabelecidos e os discutimos diante da nossa prática. A peça Por que as aranhas fazem suas teias? foi desenvolvida no âmbito do projeto Banca da Ciência e apresentada para crianças da educação infantil em duas escolas do município de Guarulhos-SP. A peça proporcionou a discussão sobre ciências, questões sociais e o envolvimento com o teatro de bonecos. 

Palavras-chave: Teatro de bonecos. Educação infantil. Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Cecília de Alencar Reis, Universidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH/USP)

Licenciada em Ciências da Natureza pela EACH-USP, Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais pela EACH-USP e Graduanda de Pedagogia pela UNIFESP. Há seis anos descobriu-se bonequeira e produtora de peças infantis no ambiente formal e informal de ensino. Participa do grupo de pesquisa INTERFACES - Núcleo Temático de Estudos e Recursos da Fantasia nas Artes, Ciências, Educação e Sociedade. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: divulgação científica na primeira infância, teatro de bonecos, contação de histórias e popularização das ciências.

Emerson Izidoro dos Santos, Universidade Federal de São Paulo

Professor Adjunto do Departamento de Educação da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. rienta nos prograrmas de pós-graduação em Educação da Unifesp e, em Estudos Culturais da USP. Doutor em Educação para a Ciência pela Faculdade de Ciências - Unesp Bauru (2010). Mestre em Ensino de Ciências (Modalidade Física) pelo programa de Pós-graduação Interunidades FEUSP-IFUSP (2003) Licenciado em Física pela USP (1998) e em Ciências da Natureza também pela USP (2009). É líder do Grupo de Pesquisa interinstitucional Interfaces - Núcleo Temático de Estudos e Recursos sobre a Fantasia nas Artes, Ciências, Educação e Sociedade. 

Luís Paulo de Carvalho Piassi, Universidade de São Paulo- Escola de Artes, Ciências e Humanidades.

Professor Associado da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP. Bacharel e Licenciado em Física pela USP (1990), Mestre em Ensino de Ciências pela USP (1995), Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da USP, Livre-Docente em Artes, Cultura e Lazer pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (2012). Orientador do programa de pós-graduação em Educação da Faculdade de Educação USP. Orientador e coordenador do programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais da EACH/USP. Realiza pesquisa em estudos culturais da comunicação e educação em ciências, com foco em ficção científica e fantasia, culturas juvenis e infantis. É líder do grupo de pesquisa INTERFACES - Interfaces e Núcleos Temáticos de Estudos e Recursos da Fantasia nas Artes, Ciências, Educação e Sociedade e do projeto Banca da Ciência.

Downloads

Publicado

2019-11-14

Como Citar

REIS, A. C. de A.; DOS SANTOS, E. I.; PIASSI, L. P. de C. Teatro de bonecos: proposta lúdico-investigativa na articulação de temáticas sociocientíficas na escola. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 20, p. 104-122, 2019. DOI: 10.5965/2595034701202019104. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034701202019104. Acesso em: 7 fev. 2023.