A Escola Regional de Meriti e os debates de política educacional constitutivos da Associação Brasileira de Educação nos anos 1920

Autores

  • Marta Maria Chagas de Carvalho Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723822502021059

Palavras-chave:

Escola Regional de Meriti, Associação Brasileira de Educação, regionalismo, política educacional

Resumo

O artigo estabelece relações entre as concepções de política educacional que, diferencialmente, foram partilhadas pelos membros do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Educação nos anos 1920, dando destaque àquelas que nortearam os responsáveis pela Escola Regional de Meriti. Levanta a hipótese de um elo entre a inspiração privatista e regionalista que norteou a fundação dessa escola e o projeto de fazer da ABE um órgão de formação de uma opinião pública sobre questões educacionais que mantivesse interlocução com o Estado. Aborda o campo de debates constitutivo das diferenças entre os integrantes do Conselho Diretor da Associação, destacando especialmente as posições dos conselheiros Armanda Álvaro Alberto, Edgar Süssekind de Mendonça, Heitor Lyra da Silva e Francisco Venâncio Filho, idealizadores da Escola Regional de Meriti.

Palavras-chave: Escola Regional de Meriti; Associação Brasileira de Educação; regionalismo; política educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERTO, Armanda Álvaro. Tentativa de Escola Moderna. In: ALBERTO, Armanda Álvaro et al.A escola regional de Meriti.Rio de Janeiro: MEC: INEP: CBPE, 1968.

Associação Brasileira de Educação. Estatutos. Artigo 2º.

Ata da reunião de setembro de 1927 do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Educação. Arquivos da ABE, Rio de Janeiro, 1924-1932.

BARRETO, Castro. A Unidade Humana. A Bandeira, órgão do Club dos Bandeirantes do Brasil. Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, jul. 1927.

Boletim da Associação Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 1, p. 1-5 set. 1925.

Boletim da Associação Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 9, p.5 jan./mar. 1974.

LABOURIAU, Ferdinando. Sobre um Ministério da Educação Nacional. Educação, órgão da Diretoria Geral da Instrução Pública e da Sociologia de Educação de São Paulo, São Paulo, v.2, mar. 1928.

MAGALHÃES, Fernando. Combate ao analfabetismo na zona rural. Educação, São Paulo, v. 9, n. 1, out./dez. 1929.

MAGALHÃES, Fernando. A emancipação mental do Brasil pelo ensino rural. In: A ESCOLA REGIONAL. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional: Biblioteca da Associação Brasileira de Educação, 1931.

MAGALHÃES, Fernando. Discursos: 3ª série (1924-1929). São Paulo: Melhoramentos, 1930.

MAYA, Paulo Ottoni de Castro. “Educação Política”, tese apresentada na Primeira Conferência Nacional de Educação, in A BANDEIRA, órgão do Club dos Bandeirantes do Brasil. Rio de Janeiro, n. 7, 8, janeiro-fevereiro de 1928.

NAGLE, Jorge. Educação e sociedade na Primeira República. São Paulo: EPU: MEC, 1976.

A ABE não encampa insultos às crenças católicas do povo. O Nordeste, Fortaleza, 1934.

OLIVEIRA, Carlos Alberto Barbosa de. A Escola Regional. Nos seus aspectos urbano, rural, marítimo e fluvial. In: OLIVEIRA, Carlos Alberto Barbosa de et al. A escola regional. Rio de Janeiro: Biblioteca da Associação Brasileira de Educação: Imprensa, 1931.

OLIVEIRA, Carlos Alberto Barbosa de. A orientação escolar e as vocações profissionais. Educação. São Paulo, v.9, n. 1, out./dez. 1929.

SILVA, Heitor Lyra da. Discurso-programa da Associação Brasileira de Educação, pronunciado a 19 de novembro de 1925. In: OLIVEIRA, Carlos Alberto Barbosa de et al. In memoriam Heitor Lyra da Silva, Mendonça Machado & Cia. Rio de Janeiro:1925.

SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Edgar. A Escola Regional de Meriti. In: ALBERTO, Armanda Álvaro. A Escola Regional de Meriti. Rio de Janeiro: MEC: INEP:CBPE, 1968.

SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Edgar. A Produção Industrial nas Escolas Profissionais. Boletim de Educação Pública, órgão da Diretoria Geral de Instrução Pública do Distrito Federal, Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, jan./mar. 1930.

SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Carlos; SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Edgar. Iniciando uma campanha contra a ação católica no Brasil. Rio de Janeiro: edição dos autores, 1924.

SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Carlos; SÜSSEKIND DE MENDONÇA, Edgar. Discursos na Academia. Cadernos 21, Rio de Janeiro: Academia Carioca de Letras, 1953, Separata.

TEIXEIRA, Anísio. Cultura e Trabalho. O Trabalho, órgão da “'Associação Brasileira de Ensino Profissional, Rio de Janeiro, out.1929.

TINOCO, Marta Maria de Carvalho, O pensamento e a atuação educacional de Vicente Licínio Cardoso. 1975. Dissertação de Mestrado –FEUSP–São Paulo 1975. Mimeografado.

VENÂNCIO FILHO, Francisco. O apóstolo da educação nacional. In: VENÂNCIO FILHO, Francisco. Educar-se para educar. Rio de Janeiro: Ariel Ed., 1931.

VENÂNCIO FILHO, Francisco. A Escola Popular. In: ALBERTO, Armanda Álvaro et al.A escola regional de Meriti. Rio de Janeiro: MEC: INEP: CBPE, 1968.

Downloads

Publicado

2021-12-10

Como Citar

CARVALHO, M. M. C. de. A Escola Regional de Meriti e os debates de política educacional constitutivos da Associação Brasileira de Educação nos anos 1920. Revista Linhas, Florianópolis, v. 22, n. 50, p. 59 - 87, 2021. DOI: 10.5965/1984723822502021059. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/20743. Acesso em: 24 maio. 2022.