Censura: ontem e hoje

Autores

  • Cristovão Petry Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312910132015031

Resumo

O presente artigo analisa a atuação da censura no teatro em Santa Catarina, em três momentos distintos, permeados por três trabalhos específicos. O primeiro, é a peça Os palhaços de Miraci Dereti, censurada em Joinville/SC no ano de 1968 pelo Regime Militar. A seguir vem a peça Norigama de Borges de Garuva, que sofreu proibições em 1985 também em Joinville, já em pleno processo da abertura política, por conta de colocar o nú em cena. E por último, a peça Kassandra de Sérgio Blanco com a atriz e produtora Milena Moraes, que foi selecionada para participar da Terceira Maratona Cultural de Florianópolis, em 2013, onde a censura já deveria estar fora de nosso vocabulário, mas exigiram que a peça fosse apresentada em outro local que não o Bokarra - Casa de  Tolerância - onde o espetáculo foi criado e levado ao público. Observando estes três fatos é possível perceber o quanto a censura ainda se faz presente em nosso cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristovão Petry, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

CRISTOVÃO PETRY (Ator e Produtor Cultural - DRT 8821SC) é mestrando em Teatro pela Udesc (Florianópolis/SC), graduado em História, pela Universidade da Região de Joinville e especialista em Metodologia do Ensino de História pelo IBPEX / FACINTER. Realizou vários cursos de atuação no Brasil e na Argentina, tendo trabalhado como ator
nos espetáculos “Aonde Você Vai? Uma comédia sobre o amor” de Benjamin Bradford, "Pela Janela" de Georges Feydeau, "A Lição" de Eugène Ionesco e "Dois perdidos numa noite suja" de Plínio Marcos, entre outros. Foi assessor cultural do Projeto Comunidade na UDESC em Joinville, coordenador do Projeto Cultural Sextas Alternativas no Bairro Itinga e Teatro, técnico de Cultura do SESC-Joinville. Fez parte durante 4 (quatro) anos da CAP – Comissão de Análise de Projetos do SIMDEC – Sistema Municipal de
Desenvolvimento pela Cultura da Fundação Cultural de Joinville. Foi produtor da La Trama Companhia Teatral e Dionisos Teatro e pesquisador na área de história sobre Teatro e Censura, organizador do livro Os Palhaços – texto teatral censurado em 1968 de Miraci Dereti. Foi membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Joinville durante dois mandatos, Gerente de Difusão Cultural e Eventos da Fundação Cultural de Joinville e Secretário Regional do Boehmerwald. Produtor da Feira do Livro de Joinville
(2012/2013). Professor no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e Instituto Federal Catarinense (IFC) noPronatec, na área de produção cultural e Professor no curso de Artes Cênicas na Unoesc. É Sócio administrador da Petry Produções Ltda. ME.

Downloads

Publicado

2015-06-29

Como Citar

Petry, C. (2015). Censura: ontem e hoje. DAPesquisa, 10(13), 031-45. https://doi.org/10.5965/1808312910132015031

Edição

Seção

Artigos