Desbravamentos

Autores

  • Marcelo Forte Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267622020239

Resumo

Em 2016 foi iniciado um projeto chamado “Desbravamentos” que contava com explorações em lugares abandonados do interior de Portugal. O projeto ganhou este nome em razão do difícil acesso a determinados espaços, ora pela vegetação que criava barreiras, ora pelo estado de ruína. Foram explorados hotéis, casas, fábricas, escolas e mosteiros durante dois anos. A memória presente nos lugares e o desgaste do tempo conduziram e seguem a conduzir os trabalhos artísticos, oportunizando a produção de assemblages, colagens, pinturas, desenhos, bordados e fotografias. Para este ensaio visual, o recorte foi feito a partir de fotografias de algumas das casas acessadas durante o período de desbravamentos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Forte, Universidade de Coimbra

Doutor em Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra. Mestre em Arte e Cultura Visual pela Universidade Federal de Goiás. Possui licenciatura em Artes Visuais – Desenho e Plástica pela Universidade Federal de Santa Maria. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC) da UFSM e do Grupo de Pesquisa em Educação e Cultura Visual da UFG. Atualmente desenvolve pesquisa de pós-doutorado em Belas Artes pela Universidade de Lisboa.

Downloads

Publicado

2020-09-14

Como Citar

FORTE, M. Desbravamentos. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 6, n. 2, 2020. DOI: 10.5965/24471267622020239. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/18260. Acesso em: 9 ago. 2022.