Professor-artista em desbravamento

Autores

  • Marcelo Forte Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267512019009

Palavras-chave:

professor-artista, desbravamento , atravessamento

Resumo

Este artigo pretende lançar algumas reflexões acerca dos processos de formação do professor-artista, tomando como perspectiva o conceito de desbravamento. Este conceito foi tramado a partir de explorações em lugares abandonados e, derivado de um projeto artístico, passou a fazer parte dos investimentos de pesquisa do autor. Neste sentido, o termo designado para a produção artística também ganhou forças para as questões teóricas, lançando vistas às saídas em busca da formação do professor de Artes Visuais pelos caminhos que compõem o professor-artista. Caminhos esses que ultrapassam os espaços formais de aprendizagem e nutrem-se da diversidade de ações realizadas ao longo dos processos de formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Forte, Universidade de Coimbra

Doutorando em Estudos Contemporâneos pelo Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra. Mestre em Arte e Cultura Visual pelo Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual da Universidade Federal de Goiás. Possui licenciatura plena no curso de Artes Visuais - Desenho e Plástica pela Universidade Federal de Santa Maria. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC) da UFSM, do Grupo de Pesquisa em Educação e Cultura Visual da UFG e da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual, de Portugal.

Referências

ASSIS, H. L. Narrativas de aprender, narrativas de ensinar: como venho aprendendo a ensinar artes visuais. In: Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais. (1-18). Santa Maria. 2010. Acedido em 10/07/2016, em https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/2139

DELEUZE, G. & PARNET, C. Diálogos. São Paulo: Escuta. 1998.

LARROSA, J. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica Editora. 2015.

ROGERS, A. The Classroom and the Everyday: The importance of Informal Learning for Formal Learning. In: Investigar em Educação: Revista da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. (07-34). Portugal. 2014. Acedido em 12/03/2018, em http://pages.ie.uminho.pt/inved/index.php/ie/article/view/3

ROMAGUERA, A. e? e escrita e(m) educação. In: Amorim, A.C.; Marques, D. & Dias, S.O. (Orgs.) Conexões: Deleuze e vida e fabulação e... (127-141). Petrópolis: De Petrus; Brasília: CNPq; Campinas: ALB. 2011.

SANTANA, A. F. T. & SANTOS, A.C. Um possivel olhar acerca dos elementos que compõem o ser professor. In: Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional. 2015. Acedido em 10/05/2017, em https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/view/1172

Downloads

Publicado

2019-04-30

Como Citar

FORTE, M. Professor-artista em desbravamento. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 5, n. 1, 2019. DOI: 10.5965/24471267512019009. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/14793. Acesso em: 12 ago. 2022.