Principais alterações em exames bioquímicos de cães domésticos na cidade de Formiga-MG de 2017 a 2021

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712222023353

Palavras-chave:

Glicose, perfil hepático, perfil renal

Resumo

O uso de exames laboratoriais na clínica de pequenos animais é um importante recurso, principalmente quando se trata de exames bioquímicos que avaliam funções renais e hepáticas. Esses exames podem auxiliar não somente na descoberta de doenças e no direcionamento do seu tratamento, como também no estadiamento de patologias já diagnosticadas. Com base no exposto foi realizado um estudo transversal e retrospectivo avaliando os valores absolutos e a frequência de exames bioquímicos realizados num laboratório de análises clínicas veterinárias de Formiga-MG. Foram avaliados os valores de Nitrogênio Ureico, Creatinina, AST, ALT, ALP, Gama GT, Glicose e Proteínas Totais e Frações. Foi visto que a maioria dos resultados se encontravam dentro dos valores de referência e que algumas enzimas precisam ser relacionadas com outras para resultados mais precisos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACURCIO TOR et al. 2021. Erliquiose canina (“Doença do Carrapato”) sem indícios de carrapatos: Relato de caso. PUBVET 15: 1-16.

ADEDEJI AO et al. 2022. Evaluation of novel urinary biomarkers in beagle dogs with amphotericin b-induced kidney injury. International Journal of Toxicology 42:146-155.

ALMEIDA VGF et al. 2021. Perfil clínico e laboratorial de cadelas sororeativas para erliquiose tratadas em um Hospital Veterinário Universitário em Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Acta Scientiae Veterinaria 49: 1-7.

AMANTO BP & BARROS TC. 2020. Diabetes mellitus em cães: buscando uma relação entre obesidade e hiperglicemia. PUBVET 14: 1-7.

ASSAWARACHAN SN et al. 2020. A descriptive study of the histopathologic and biochemical liver test abnormalities in dogs with liver disease in Thailand. Canadian Journal of Veterinary Research 84: 217-224.

BATISTA GAL. & CARVALHO MB. 2017. Estadiamento dos cães com doença renal crônica atendidos em um hospital veterinário no ano de 2013. Science and Animal Health 5: 83-100.

BATISTA JF et al. 2020. L. Evaluation of the serum biochemistry and histopathology of kidney and bladder of dogs with Leishmania sp. in their urine. Bioscience Journal 36: 956-967.

COSTA M et al. 2015. Bioquímica sérica de cães infectados por Ehrlichia canis, Anaplasma platys e Leishmania sp. Acta Scientiae Veterinariae 43: 1261. 7p.

FINSTERBUCH A et al. 2018. Avaliação das alterações de exames bioquímicos indicativos de função renal e hepática em cães seniors e geriátricos. PUBVET 12: 1-8.

KERR MG. 2003. Exames Laboratorias em Medicina Veterinária. 2.ed. São Paulo: Editora Roca. 293p.

OLIVEIRA VJ. 2019. Bioquímica sanguínea de cães: creatinina e ureia como biomarcadores da função renal. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas). Ituiutaba: UFU. 30p.

OLIVEIRA WC & LOPES-ORTIZ MA. 2019. Perfil hematológico e bioquímico de cães idosos atendidos em uma clínica veterinária da cidade de Maringá. Uningá Review 34: 19.

PEREIRA BLAR et al. 2021. Occurrence of Babesia spp. in dogs using the blood smear technique. Research, Society and Development 10: e1810211907.

POPPL AG et al. 2004. Alterações clínico-laboratoriais em transtornos renais de cães (Canis familiaris). Revista Científica de Medicina Veterinária 2: 92-98.

PORTO LBC et al. 2022. Carcinoma hepatocelular em canino. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão 1: 14p.

PREBAVANTHY T et al. 2020. Haematobiochemical alterations in hepatic diseases in dogs. Journal of Entomology and Zoology Studies 8: 1382•1384.

REECE WO et al. 2017. Dukes: fisiologia dos animais domésticos. 13.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 1594p.

SCANDURA SC et al. 2020. Pesquisa sorológica de sorovares de leptospiras que mais frequentemente infectam e causam doença em cães com suspeita clínica de leptospirose. Brazilian Journal of Development 6: 9391–9403.

STEVENS LA et al. 2006. Assessing kidneyfunction - measured and estimated glomerular filtration rate. The New England Journal of Medicine 354: 2473-2483.

TEIXEIRA, LV et al. 2018. Estudo clínico de osteossarcoma canino. Acta Scientiae Veterinariae 38:185–190.

THRALL MA et al. 2014. Hematologia e Bioquímica Clínica Veterinária. 2.ed. São Paulo: Editora Roca. 688p.

VIDOLIN D et al. 2019. Capilariose em cão (Relato de caso). Scientia Rural 19: 1p.

VIEIRA NETO FA et al. 2011. Avaliação de parâmetros bioquímicos em cães infectados por Leishmania chagasi. Revista de ciências da saúde 13: 131-140.

Downloads

Publicado

2023-05-31

Como Citar

ACURCIO, Leonardo Borges. Principais alterações em exames bioquímicos de cães domésticos na cidade de Formiga-MG de 2017 a 2021. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 22, n. 2, p. 353–357, 2023. DOI: 10.5965/223811712222023353. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/22886. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Nota de Pesquisa - Ciência de Animais e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)