Avaliação do crescimento de mudas de Azadirachta indica A. Juss em diferentes substratos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712122022168

Palavras-chave:

Índice de qualidade, Qualidade de mudas, Produção de mudas

Resumo

A Azadirachta indica é uma árvore que possui vários benefícios socioeconômicos e ambientais. Entretanto, são escassos os estudos sobre a produção de mudas desta essência florestal. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência de sete substratos no crescimento de mudas da A. indica, produzidas em vasos plásticos de polietileno. Os substratos foram constituídos de combinações de areia grossa, argila, cama de ave, esterco de bovino, matéria orgânica dos vegetais e serragem de madeira. O experimento foi instalado no Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM), na Estação Agrária de Lichinga, segundo o delineamento de blocos completos casualizados, com cinco repetições. A partir dos 30 dias após a semeadura foram efetuadas medições quinzenais de altura e diâmetro do coleto. Aos 120 dias foram quantificadas as variáveis massa seca da parte aérea, radicular, total e os índices de qualidades das mudas. Para as variáveis analisadas, os melhores resultados foram obtidos com uso do substrato 25% areia grossa + 50% matéria orgânica dos vegetais + 25% cama de aves, sendo este substrato recomendado para a produção de mudas de A. indica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BONAMIGO T et al. 2016. Substratos e níveis de luminosidade no crescimento inicial de mudas de Tocoyena formosa (Cham. & Schltdl.) K. Schum. (Rubiaceae). Ciência Florestal 26: 501-511.

BRASIL RB 2013. Aspectos botânicos, usos tradicionais e potencialidades de Azadirachta indica (Neem). Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer 9: 3252-3268.

CALDEIRA MVW et al. 2012. Diferentes proporções de biossólido na composição de substratos para a produção de mudas de timbó (Ateleia glazioveana Baill). Scientia Forestalis 40: 15-22.

CAMPINHOS Jr. E et al. 1984. Determinação do meio de crescimento mais adequado à formação de mudas de Eucalyptus spp. (estacas e sementes) e Pinus spp. (sementes) em recipientes de plástico rígido. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL: MÉTODOS DE PRODUÇÃO E CONTROLE DE QUALIDADE DE SEMENTES E MUDAS FLORESTAIS. Anais... Curitiba: FUPEF. p.350-358.

CARNEIRO JGA. 1995. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR/FUPEF; Campos: UENF. 451p.

CUNHA AM et al. 2006. Efeito de diferentes substratos sobre o desenvolvimento de mudas de Acacia sp. Revista Árvore 30: 207-214.

CUNHA SD et al. 2018. Substratos no crescimento inicial de mudas de baru. Centro Científico Conhecer - Goiânia 5: 191-199.

DICKSON A et al. 1960. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. The Forest Chronicles 36: 10-13.

DUTRA TR et al. 2013. Substratos alternativos e métodos de quebra de dormência para produção de mudas de canafístula. Revista Ceres 60: 72-78.

FERREIRA EB et al. 2021. ExpDes.pt: Pacote Experimental Designs. Version 1.2.1 (Portuguese).

GOMES JM & PAIVA HN. 2004. Viveiros Florestais – propagação sexuada. 3.ed. Viçosa: UFV. p.116.

GONÇALVES JLM et al. 2000. Produção de Mudas de Espécies Nativas: Substrato, Nutrição, Sombreamento e Fertilização. In: GONÇALVES JLM & BENEDETTI V. (Eds.). Nutrição e Fertilização Florestal. Piracicaba: IPEF. p.309-350.

LUCA EF et al. 2010. Crescimento e qualidade de mudas de cedro (Cedrela fissilis Vellozo) em viveiro, mediante diferentes técnicas de produção. Revista do Instituto Florestal 22: 189-199.

LUZ JMQ et al. 2009. Teor, rendimento e composição química do óleo essencial de manjericão sob doses de cama de frango. Horticultura Brasileira 27: 349-353.

MACIEL JL & PALOMINO EC. 2018. Influência da matriz na qualidade de mudas de Handroanthus serratifolius (Vahl) S. Grose. Revista do Instituto Florestal 30: 151-157.

MARCO R et al. 2020. Initial growth of Toona ciliata seedlings under different substrates. Floresta e Ambiente 27: e20180273.

MUNIZ CO et al. 2013. Efeito de diferentes adubos NPK no processo de produção de mudas de eucalipto. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer 9: 1162-1168.

NEVES BP et al. 2003. Cultivo e Utilização do Nim Indiano. Circular técnica nº 62, Embrapa.

OLIVEIRA HFE et al. 2020. Desenvolvimento inicial de mudas de mogno africano em função de substratos e lâminas de irrigação. Brazilian Journal of Development 6: 20475-20482.

PEREIRA PC et al. 2010. Mudas de tamarindeiro produzidas em diferentes níveis de matéria orgânica adicionada ao substrato. Revista Verde 5: 152-159.

PINTO VVF et al. 2021. Crescimento de mudas de Poincianella pluviosa (DC.) L. P. Queiroz em diferentes substratos e lâminas de irrigação. Madera y Bosques 27: e2712173.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. 2021. R: a language and environment for statistical computing Porto, Portugal. Disponível em: http://cran.dcc.fc.up.pt/. Acesso em: 12 out. 2018.

RIBEIRO RR et al. 2018. Desenvolvimento e nutrição de mudas de acácia-negra (Acacia mearnsii de Wild. De Wild.) em substratos a base de cama de aviário. Revista de Ciências Agroveterinárias 17: 36-44.

ROSSA UB et al. 2015. Fertilizante de liberação lenta no desenvolvimento de mudas de Anadenanthera peregrina (L.) Speg. (angico-vermelho) e Schinus terebinthifolius Raddi (aroeira-vermelha). Ciência Florestal 25: 841-852.

RUDEK A et al. 2013. Avaliação da qualidade de mudas de eucalipto pela mensuração da área foliar com o uso de imagens digitais. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer 9: 3775-3787.

SCHMUTTERER H. 1990. Properties and potential of natural pesticides from the neem tree, Azadirachta indica. Annual Reviews Entomology 35: 271-297.

SILVA OMC et al. 2021. Seedlings of tree species produced in substrates based on organic composts. Floresta 51: 371-380.

SOUSA et al. 2021. Análise do crescimento de Schizolobium parahyba var amazonicum (Huber Ex Ducke) Barneby sob diferentes proporções de pó-de-rocha. PubVet 15: 1-6.

TRAZZI PA et al. 2013. Substratos de origem orgânica para produção de mudas de teca (Tectona grandis Linn. F.). Revista Ciência Florestal 23: 401-409.

Downloads

Publicado

2022-03-25

Como Citar

DIAS, C. R. G.; EMÍLIO, M.; SERROTE, C. M. L. Avaliação do crescimento de mudas de Azadirachta indica A. Juss em diferentes substratos. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 21, n. 2, p. 168-175, 2022. DOI: 10.5965/223811712122022168. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/20978. Acesso em: 28 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Multiseções e Áreas Correlatas