Eficiência de fertilizante fluido organomineral com dejeto suíno na disponibilidade de nitrogênio e fósforo

Autores

  • Marco André Grohskopf Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agronômicas Fazenda Experimental Lageado - Caixa Postal 237 Rua José Barbosa de Barros, nº. 1780 - CEP: 18610-307 Botucatu - SP
  • Caio Vilela Cruz Universidade Estadual Paulista " Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências Agronômicas
  • Natália Rodrigues Ferreira-Eloy Universidade Estadual Paulista " Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências Agronômicas
  • Dirceu Maximino Fernandes Universidade Estadual Paulista " Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências Agronômicas
  • Leonardo Teodoro Büll Universidade Estadual Paulista " Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências Agronômicas
  • Juliano Corulli Corrêa Embrapa Suínos e Aves

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711912020084

Palavras-chave:

dejeto líquido, fertilizante sólido e líquido, nutrição de plantas

Resumo

O uso dejeto líquido de suíno (DLS) na formulação de fertilizantes fluidos, para o fornecimento de nitrogênio (N) e fósforo (P), é uma tecnologia inovadora devido ao reaproveitamento deste resíduo no meio ambiente. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência agronômica de fertilizantes organominerais fluidos com DLS em relação às formas sólidas e fluidas de minerais solúveis como fonte de N e P em Neossolo Quartzarênico (RQo) e Latossolo Vermelho (LVdf). Dois experimentos foram conduzidos simultaneamente em casa de vegetação, com três cultivos sequenciais no delineamento inteiramente casualizado. O experimento 1 com N compreendeu os tratamentos: sem nitrogênio (Sem-N), mineral sólido (MS-N), mineral fluido (MF-N) e fluido com DLS (OF-N); já o experimento 2 com P traz os tratamentos: sem fósforo (Sem-P), mineral sólido (MS-P), mineral fluido (MF-P) e fluido com DLS (OF-P). Os fertilizante OF-N foi menos eficiente no aproveitamento de N pelas culturas em relação ao fertilizante MS-N em grânulo na condição de LVdf, e superior ao mesmo em RQo. Para o fósforo o fertilizante OF-P foi mais eficiente em relação a fonte sólida mineral MS-P na condição de RQo e apresentou a mesma eficiência em LVdf. O fertilizante organomineral fluido elaborado com DLS demonstrou ser uma fonte promissora na adubação de culturas como fonte de N e P, principalmente, em solo de textura arenosa, entretanto, mais estudos são necessários com este tipo de fertilizante e seus efeitos sobre as plantas e em solos ácidos de cargas variáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco André Grohskopf, Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agronômicas Fazenda Experimental Lageado - Caixa Postal 237 Rua José Barbosa de Barros, nº. 1780 - CEP: 18610-307 Botucatu - SP

Possui graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Ciências Agroveterinárias (2011) e mestrado em Ciência do Solo pela mesma universidade (2013). Doutorado em andamento em Agronomia (Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista - UNESP de Botucatu, SP, com ênfase em fertilidade e química do solo. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ciência do Solo, principalmente, nas áreas de fertilidade e química do solo.

Referências

BERTRAND I. et al. 2006. Changes in P availability induced by the application of liquid and powder sources of P, N, and Zn fertilizers in alkaline soils. Nutrient Cycling in Agroecosystems 74: 27-40.

BOLAN N et al. 2013. Phosphorus–arsenic interactions in variable-charge soils in relation to arsenic mobility and bioavailability. Science of the Total Environment 463-464: 1154-1162.

CAMARGO LA et al. 2014. Clay mineralogy and magnetic susceptibility of Oxisols in geomorphic surfaces. Scientia Agricola 71: 244-256.

CARVALHO WA et al. 1983. Levantamento de solos da fazenda Lageado. Botucatu: UNESP. 95p. (Scientific bulletim 1).

DORNELES EP et al. 2015. Tillage, fertilization systems and chemical attributes of a Paleudult. Scientia Agricola 72: 175-186.

FERNANDES DM et al. 2015. Fósforo na solução do solo em resposta a aplicação de fertilizantes fluidos mineral e organomineral. Irriga 1: 14-27.

FINK JR et al. 2016. Adsorption and desorption of phosphorus in subtropical soils as affected by management system and mineralogy. Soil and Tillage Research 155: 62-68.

GOEDERT WJ et al. 1986. Princípios metodológicos para avaliação agronômica de fontes de fósforo. Planaltina: Brazilian Agricultural Research Corporation. (Documents 22).

GROHSKOPF MA et al. 2015. Organic Nitrogen in a Typic Hapludox Fertilized with Pig Slurry. Revista Brasileira de Ciência do Solo 39: 127-139.

GROHSKOPF MA et al. 2016. Soil Solution Nutrient Availability, Nutritional Status and Yield of Corn Grown in a Typic Hapludox under Twelve Years of Pig Slurry Fertilizations. Revista Brasileira de Ciência do Solo 40: e0150341.

JARECKI MK et al. 2008. Greenhouse Gas Emissions from Two Soils Receiving Nitrogen Fertilizer and Swine Manure Slurry. Journal Environmental Quality. 37: 1432-1438.

LARA-CABEZAS WAR et al. 2000. Balanço da adubação nitrogenada sólida e fluida de cobertura na cultura de milho, em sistema plantio direto no triângulo mineiro (MG). Revista Brasileira de Ciência do Solo 24: 363-376.

LOMBI E et al. 2006. Speciation and distribution of phosphorus in a fertilized soil: A synchrotron-based investigation. Soil Science Society of America Journal 70: 2038-2048.

MAFRA MSH et al. 2014. Acúmulo de carbono em Latossolo adubado com dejeto líquido de suínos e cultivado em plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira 49: 630-638.

MALAVOLTA E et al. 1997. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. 2.ed. Piracicaba: Potafos. 319p.

MALTAS AC et al. 2013. Effect of organic fertilizers and reduced-tillage on soil properties, crop nitrogen response and crop yield: results of a 12-year experiment in Changins, Switzerland. Soil and Tillage Research 126: 11-18.

MONTALVO D et al. 2014. Fluid fertilizers improve phosphorus diffusion but not lability in Andisols and Oxisols. Soil Science Society of America Journal 78: 214-224.

MONTALVO D et al. 2015. Agronomic Effectiveness of Granular and Fluid Phosphorus Fertilizers in Andisols and Oxisols. Soil Soil Science Society of America Journal 79: 577-584.

MÜLLER CRJ et al. 2011. Effects of repeated fertilizer and slurry applications over 38 years on N dynamics in a temperate grassland soil. Soil Biology and Biochemistry 43: 1362-1371.

REHM GW & LAMB J. 2009. Corn response to fluid fertilizers placed near the seed at planting. Soil Science Society of America Journal 73: 1427-1434.

REHM GW & LAMB J. 2010. Soybean response to fluid fertilizers placed near the seed at planting. Soil Science Society of America Journal 74: 2223-2229.

RICE EW et al. 2012. Standard methods for the examination of water and wastewater. 22.ed. Washington: American Public Health Association. 1360p.

SCIVITTARO WB et al. 1997. Eficiência de fertilizantes fosfatados fluidos e sólidos. Revista Brasileira de Ciência do Solo 21: 505-511.

SHUAI X & ZINATI G. 2009. Proton charge and adsorption of humic acid and phosphate on goethite. Soil Science Society of America Journal 73: 2013-2020.

VAN RAIJ B et al. 2001. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: Instituto Agronômico. 285p.

VEIGA M et al. 2012. Chemical attributes of a Hapludox soil after nine years of pig slurry application. Pesquisa Agropecuária Brasileira 47: 1766-1773.

ZHANG JB et al. 2011. Effects of long-term repeated mineral and organic fertilizer applications on soil nitrogen transformations. European Journal of Soil Science 63: 75-85.

Downloads

Publicado

2020-04-03

Como Citar

GROHSKOPF, M. A.; CRUZ, C. V.; FERREIRA-ELOY, N. R.; FERNANDES, D. M.; BÜLL, L. T.; CORRÊA, J. C. Eficiência de fertilizante fluido organomineral com dejeto suíno na disponibilidade de nitrogênio e fósforo. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 19, n. 1, p. 84-93, 2020. DOI: 10.5965/223811711912020084. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/10727. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência do Solo e do Ambiente

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)