As relações sociais brasileiras em duas comédias de Martins Pena

Manoel Candeias

Resumo


Neste artigo, partimos de alguns importantes estudos sobre formação histórica e artística do Brasil para demonstrar de que maneira certas particularidades do contexto nacional estão expressas na estrutura de duas peças de Martins Pena: O Judas em sábado de Aleluia e sua última comédia, que ficou sem título. Nesse percurso, observamos o modo pelo qual alguns procedimentos cômicos da tradição acabam por projetar formalmente tais especificidades locais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573101222014201



Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.