Encenação - Poema a boca fechada

Autores

  • Néia Longen Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Resumo

Como explicar o silêncio com o silêncio? Poemas são palavras recompostas. Poema à boca fechada é um poema-espetáculo que não fala, não se recita, não tem sinopse. Um não-dizer, um ímpeto. A não-comunicação, a família. Um calar. A dor em seus diferentes níveis, em diferentes personalidades, um trauma. Um pouco de cada um de nós. Uma falta daquilo que nunca tivemos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-23

Como Citar

LONGEN, Néia. Encenação - Poema a boca fechada. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 22, p. 301–304, 2014. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/4840. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Ensaio Fotográfico de Espetáculos