Do poético ao político em Tierra, de Regina José Galindo: imagem e memória traumática na era dos passados presentes

Autores

  • José Ricardo Goulart Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103332018112

Resumo

O trabalho toma a videoperformance Tierra, de Regina José Galindo (Guatemala), como referência para refletir sobre a citação de acontecimentos sociais traumáticos em criações artísticas atuais. Normalmente relegados ao esquecimento, tais acontecimentos passam a ser restituídos ao espaço de um imaginário coletivo nestas criações, conformando poéticas políticas e memórias de trauma. Isto posto, articula-se aqui o conceito de memória traumática, da pesquisadora Diana Taylor, com o pensamento de autores que permeiam teorias e críticas relacionadas à cultura, à arte e à memória, como Andreas Huyssen, Georges Didi-Huberman e Walter Benjamin.

Biografia do Autor

José Ricardo Goulart, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Teatro (PPGT) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). 80coisas@gmail.com

Downloads

Publicado

2018-11-19

Como Citar

Goulart, J. R. (2018). Do poético ao político em Tierra, de Regina José Galindo: imagem e memória traumática na era dos passados presentes. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 3(33), 112-126. https://doi.org/10.5965/1414573103332018112

Edição

Seção

Dossiê Temático - Teatros Feministas: Lutas e Conquistas