Máscara, corpo e cidade: fricções de uma reescritura cênica

Autores

  • Alexandre Borin Antunes Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. RS
  • Inês Alcaraz Marocco Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. RS

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102322018159

Resumo

Este texto aborda o trabalho de mascaramento do ator e a sua relação entre máscara, jogo do ator e a cultura urbana local, discutindo a reverberação de suas potencialidades cênicas junto ao movimento de urbanização da cidade de Porto Alegre. A expressão mascaramento caracteriza-se por ser o ato ou efeito de mascarar-se, e se deriva do termo máscara, que por sua vez tem origem na palavra italiana maschera, que denota ornamento de disfarce. Ela é aqui utilizada para designar o trabalho do ator em cena como um ato de passagem de sua identidade cotidiana à uma outra, expressiva e ficcional, utilizando-se de princípios técnicos de movimentos e de ações físicas do ator.

 

 

Biografia do Autor

Alexandre Borin Antunes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. RS

Ator e pesquisador, mestrando em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e graduado em Teatro na mesma universidade. É co-fundador do grupo Máscara EnCena. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Interpretação Teatral, atuando principalmente nos seguintes temas: teatro de máscaras e teatro de rua.

Inês Alcaraz Marocco, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. RS

Possui graduação em Bel Em Direção Teatral e Lic Em Arte Dramática pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1975), mestrado em Diplôme Detudes Aprofondies - Université Paris 8 Vincennes-Saint-Denis (1985) e doutorado em Doctorat En Esthétique Sciences Et Technologie Des Arts, Université Paris 8 Vincennes-Saint-Denis (1997). Durante o período de 1983/1985 fez o curso de Mime ,Théâtre et Mouvement da escola Internacional Jacques Lecoq. Realizou também o LEM (Laboratório de Estudos do Movimento) nesta mesma escola, no período de 1993/94. Atualmente é prof associado 4 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e atual coordenadora do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Direção Teatral, atuando principalmente nos seguintes temas: arte do ator, sistema de treinamento, formação acadêmica, cultura gaúcha e Etnocenologia.

Downloads

Publicado

2018-09-11

Como Citar

Antunes, A. B., & Marocco, I. A. (2018). Máscara, corpo e cidade: fricções de uma reescritura cênica. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 2(32), 159-174. https://doi.org/10.5965/1414573102322018159

Edição

Seção

Sessão Especial - Teatro de Animação: Memórias e Metafóras