Diálogos entre tradição e contemporaneidade no processo de criação de Jongo Mamulengo

Autores

  • Adriana Schneider Alcure Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102322018035

Resumo

Jongo Mamulengo foi criado em 2016. É uma parceria entre o Coletivo Bonobando, o Jongo da Serrinha e o Cordão do Boitatá. Em cena estão o jongo, o samba e o mamulengo, patrimônios culturais brasileiros. A dramaturgia percorre diversas histórias da presença do jongo na favela da Serrinha e sua relação com a fundação do Império Serrano, em 1947.Para compreender os procedimentos de criação em Jongo Mamulengo é preciso observar o imbrincamento entre a dimensão ritual e a cosmológica das ações e das representações do mamulengo em si. Optou-se por ressaltar as formas, os dispositivos, as estratégias e técnicas presentes no mamulengo. Uma das chaves para esta concepção é a noção de brincadeira.

Biografia do Autor

Adriana Schneider Alcure, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Professora do Curso de Direção Teatral e do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, Escola de Comunicação - UFRJ

Downloads

Publicado

2018-09-11

Como Citar

ALCURE, A. S. Diálogos entre tradição e contemporaneidade no processo de criação de Jongo Mamulengo. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 32, p. 035-047, 2018. DOI: 10.5965/1414573102322018035. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102322018035. Acesso em: 24 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Teatro de Animação