Estudo das possibilidades de iluminação cênica no Theatro José de Alencar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020290

Palavras-chave:

Iluminação cênica, teatro, possibilidades luminotécnicas

Resumo

Esse artigo é um estudo das possibilidades relacionadas à iluminação cênica em um teatro monumento, o Theatro José de Alencar. O estudo foi desenvolvido partir de três etapas de coleta de dados: visita em campo, pesquisa documental e entrevistas. Para tal, foi criado e utilizado um guia, fundamentado em teóricos, como Simões (2015), Barroso (2002) e Camargo (2000), a fim de discutir e relacionar possibilidades cênicas na execução de projetos luminotécnicos. A pesquisa documental buscou informações históricas sobre as estruturas cenotécnicas do referido teatro. Das entrevistas se colheu dados empíricos envolvendo a iluminação cênica para, através de análise comparativa com as estruturas luminotécnicas avaliadas, encontrar um repertório de possibilidades técnico-artísticas para o referido teatro, a partir das visitas realizadas. Através do levantamento e da análise das possibilidades de iluminação cênica desse equipamento, esse estudo acredita poder contribuir assim para fortalecer o Theatro José de Alencar, ao produzir uma pesquisa que pode auxiliar os profissionais que se utilizam dele com subsídios técnicos mais precisos para a realização de seus projetos e criações. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Façanha Freitas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará

Mestre no Programa de Pós-Graduação em Artes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará. Pós-graduado em Iluminação Aplicada: Arte, Arquitetura e Engenharia, pela Universidade Cruzeiro do Sul. Engenheiro Eletricista, formado pela Universidade Federal do Ceará.

Francimara Nogueira Teixeira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará

Fran Teixeira (Francimara Nogueira Teixeira) é diretora de teatro e artista do Teatro Máquina (Fortaleza-CE). Sua pesquisa aborda principalmente a poética brechtiana, seus modelos de encenação e a dramaturgia das peças didáticas.Participa dos Programas de Pós-Graduação em Artes do ICA/UFC e do IFCE. É professora da Licenciatura em Teatro do IFCE, curso que atualmente coordena. 

Gilson Brandão Costa, Universidade Federal do Ceará (UFCE)

Doutor em Artes pela UFMG, com tese sobre o Teatro Radical Brasileiro, criado pelo ator, diretor e dramaturgo Ricardo Guilherme. Graduação em letras pela Universidade Federal do Ceará (1991) e mestrado em História Social pela Universidade Federal do Ceará (2009). Atualmente é professor de Teoria e Prática Teatral, no Curso de Licenciatura em Teatro, na Universidade Federal do Ceará.

Referências

BARROSO, O. Theatro José de Alencar: o teatro e a cidade. Fortaleza: Terra da Luz Editorial, 2002.

CAMARGO, R. G. Função Estética da Luz. Sorocaba: TCM Comunicação, 2000.

LIMA, C. I. S. Nos palcos de Fortaleza: o teatro em seus aspectos culturais, sociais e políticos na capital cearense no início do século XX. Anais do XX Encontro Regional de História: História e Liberdade. A NPUH/SP–UNESP-Franca. 06 a 10 de setembro de 2010. CD-ROM

MARTINS, F. R. Níveis de iluminância do céu no alvorecer e no ocaso. Divisão de Clima e Meio Ambiente/Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos - Instituto de Pesquisas Espaciais (DMA/CPTEC-INPE), 2004.

PAVIS, P. Dicionário de Teatro. São Paulo: Perspectiva, 1999.

PAVIS, P. A Análise Dos Espetáculos. São Paulo: Perspectiva, 2008.

ROUBINE, J. L. A Linguagem da Encenação Teatral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

SIMÕES, C. F. À luz da linguagem – um olhar histórico sobre as funções da iluminação cênica. Sala Preta, São Paulo, v.15, n.2, p.117-135, 2015.

SIMÕES, C. F. À luz da linguagem. A iluminação cênica: de instrumento da visibilidade à "Scriptura do visível". 2013. Tese (Doutorado em Teoria e Prática do Teatro) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

THEATRO JOSÉ DE ALENCAR DE CORPO E ALMA. Governo do Estado do Ceará e Fundação Amigos do Theatro José de Alencar. Fortaleza: s/e, 2007.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

FREITAS, W. F.; TEIXEIRA, F. N.; COSTA, G. B. Estudo das possibilidades de iluminação cênica no Theatro José de Alencar. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 290-311, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020290. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020290. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados