ILUMILUTAS: tecnopolíticas da iluminação cênica, pedagogia crítica da luz e visualidades de corpos não-hegemônicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020116

Palavras-chave:

Pedagogia crítica da iluminação, luz e lutas sociais, corporalidades não-hegemônicas, visualidades da cena

Resumo

O texto sintetiza o primeiro ano de trabalho do ILUMILUTAS, projeto de pesquisa e extensão ligado ao curso de graduação em Artes do Corpo em Cena da Universidade Federal do Sul da Bahia, no Campus Sosígenes Costa. Fundado em 2018, o grupo tem como marca o cruzamento dos estudos da iluminação cênica com os processos sociais, desempenhando ações de investigação teórica e de suporte artístico laboratorial das matizes de luz e gênero, luz e sexualidade, luz e classe social, luz e processos étnico-raciais, etc. Sendo o primeiro projeto pedagógico de iluminação cênica no país dedicado exclusivamente aos processos sociais, o ILUMILUTAS destaca-se por assumir a pesquisa das visualidades da cena a partir de corporalidades não-hegemônicas, instaurando no campo da luz uma episteme tecnopolítica e uma pedagogia sócio-crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dodi Tavares Borges Leal, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)

Professora Adjunta do Centro de Formação em Artes e do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da Universidade Federal do Sul da Bahia. Doutora em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo e Licenciada em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Referências

ARAÚJO, Antonio. A Gênese da Vertigem - o processo de criação de O Paraíso Perdido. São Paulo: Perspectiva, 2011.

ARAÚJO, José Sávio. O papel da tecnologia cênica e seus desdobramentos para uma economia da produção cultural no Nordeste. In: Moriga - Artes do Espetáculo. Departamento de Artes Cênicas; Centro de Comunicação, Turismo e Arte da UFPB, vol.2, n.1, 2011. João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba, 2011.

BONFANTI, Guilherme. A visão de um projeto aberto. In: FERNANDES, Sílvia. Teatro da Vertigem. Rio de Janeiro: Cobogó, 2018.

CABALLERO, Ileana Diéguez. Desmontagem cênica. In: Revista Rascunhos: Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas - Grupo de Estudos e Investigação sobre Processos de Criação e Formação em Artes Cênicas, GEAC; Programa de Pós-Gradução em Artes Cênicas da UFU, vol.1, n.1, 2014. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia, 2014.

CAMARGO, Roberto Gill. Função estética da luz. 1. ed. Sorocaba-SP: TCM Comunicação, 2000.

CAMARGO, Roberto Gill. A escrita e a não escrita da luz. In: Urdimento, v.1, n.31, p.216-224, abril. Florianópolis: Universidade Estadual de Santa Catarina, 2018.

FERNANDES, Sílvia. Teatralidades Contemporâneas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

FIGUEIREDO, Laura Maria de. Iluminação cênica: espaço, luz e corpos em foco. In: Urdimento, v.1, n.31, p.152-161, abril. Florianópolis: Universidade Estadual de Santa Catarina, 2018.

JESUS, Jaqueline Gomes. As vozes que escutamos no caminho. In: SMALL, Daniele. ROMAGNOLLI, Luciana. FERNANDES, Sílvia. Revista Cartografias MITsp 2019. São Paulo: Mostra Internacional de Teatro de São Paulo e Escola de Comunicações e Artes da USP, 2019.

KRENAK, Ailton. A Humanidade que Pensamos Ser. In: SMALL, Daniele. ROMAGNOLLI, Luciana. FERNANDES, Sílvia. Revista Cartografias MITsp 2019. São Paulo: Mostra Internacional de Teatro de São Paulo e Escola de Comunicações e Artes da USP, 2019.

LEAL, Dodi. Luzvesti: iluminação cênica, corpomídia e desobediências de gênero. Salvador: Devires, 2018a.

LEAL, Dodi. Iluminação cênica e desobediências de gênero. In: Revista Aspas, v.8, n.1., p.24-40. São Paulo: Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de São Paulo, 2018b.

LEAL, Dodi. Tochas e coralidades na experiência visual de gênero em cena: dispositivos pedagógicos da luz na recepção teatral. In: Urdimento, v.1, n.34, p.256-265, março/abril. Florianópolis: Universidade Estadual de Santa Catarina, 2019a.

LEAL, Dodi. CORPO EM VISUALIDADES DIASPÓRICAS: dimensões políticas e estéticas da luz cênica. In: Revista Rascunhos: Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas - Grupo de Estudos e Investigação sobre Processos de Criação e Formação em Artes Cênicas, GEAC; Programa de Pós-Gradução em Artes Cênicas da UFU, vol.6, n.2, 2019. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia, 2019b.

PEREZ, Valmir. Luz e Arte: um paralelo entre as ideias de grandes mestres da pintura e o design de iluminação. São Paulo: De Maio Comunicação e Editora, 2012.

PERRUCHON, Véronique. Noir: lumière et théâtralité. Villeneuve d'Ascq, France: Presses Universitaires du Septentrion, 2016.

PRECIADO, Paul. Manifesto Contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. São Paulo, n-1 edições, 2014.

SANTANA, Marcelo Augusto. Haja Luz! Manual de iluminação cênica. Brasília: SENAC, 2016.

SIMÕES, Cibele Forjaz. À luz da linguagem. A iluminação cênica: de instrumento da visibilidade à "Scriptura do visível" & outras poéticas da luz. Tese (Doutorado em Artes Cênicas). São Paulo: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, 2013.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

LEAL, D. T. B. ILUMILUTAS: tecnopolíticas da iluminação cênica, pedagogia crítica da luz e visualidades de corpos não-hegemônicos. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 116-135, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020116. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020116. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados