VOZ EM ESTADO DE MOVÊNCIA: o saber corpóreo e político das vocalidades da cena em “Água, Flores e Anjinhos” e “baldio”

Autores

  • Héctor Briones Universidade Federal do Ceará
  • Juliana Rangel Pereira Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101312018237

Resumo

O presente artigo aborda as vocalidades em suas movências na cena teatral a partir de duas montagens realizadas na cidade de Fortaleza-CE, Nordeste brasileiro: “Água, Flores e Anjinhos” e “baldio”. Com estas montagens se indaga sobre uma dimensão sensória da voz, dando a perceber os seus alcances poéticos, como uma força performativa que conecta corpo, memória e cena, na qual se evidenciam intensivas marcas políticas, como ecos de um outro tempo no tempo presente desse Nordeste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Héctor Briones, Universidade Federal do Ceará

Professor adjunto do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará Curso de Teatro-Licenciatura; Mestrado em Artes; ProfArtes. Doutor em Artes Cênicas pelo PPGAC - Universidade Federal da Bahia (2007 - 2011). Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC-UFBA (2006/07). Ator e Licenciado em Atuação formado pela Pontifícia Universidad Católica de Chile (1994 - 1998). Sua investigação acadêmica-artística se debruça nos processos da arte do ator e da encenação que partem da espacialidade cênica, pensando a cena enquanto materialidade corpórea e imagética. 

Juliana Rangel Pereira, Universidade Federal do Ceará

Pesquisadora da área de Voz nas Artes da Cena do Instituto de Cultura e Arte (ICA)/ Universidade Federal do Ceará. Professora adjunta do Curso de Teatro do ICA, setor de estudo: Voz para interpretação. Doutorado em Educação- eixo Ensino de Música pela Universidade Federal do Ceará. Mestrado em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Suas pesquisas estão relacionadas a processo de criação, corpo-sensório-vocal, estado de escuta, ambiência sonora da cena.

Downloads

Publicado

2018-04-23

Como Citar

BRIONES, H.; PEREIRA, J. R. VOZ EM ESTADO DE MOVÊNCIA: o saber corpóreo e político das vocalidades da cena em “Água, Flores e Anjinhos” e “baldio”. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 31, p. 237-252, 2018. DOI: 10.5965/1414573101312018237. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101312018237. Acesso em: 3 out. 2022.