Ensaio, ignorância, desobramento: um espaço titubeante entre aula e cena

Autores

  • Juliana Jardim Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101262016310

Resumo

O artigo integra investigação de pós-doutorado que tem como eixo os temas ensaio, ignorância e desobramento, na composição de um espaço entre aula e cena. A ideia de um entre torna-se fundamental para um ensaio filosófico que quer pensar o encontro ao redor de textos. O espaço referido situa-se entre prática e pensamento, e pretende ser delineado pelo texto do artigo que procura mover-se entre seus temas. Estabelecemos paralelismos talvez improváveis, ao aliarmos o par Joseph Jacotot e Jacques Rancière aos gestos ensaísticos de Michel de Montaigne, em seu espaço originário de composição, além de outras ligações, a fim de pensar uma ideia de encontro entre aula e cena que ative a possibilidade de alguma inoperosidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-31

Como Citar

JARDIM, J. Ensaio, ignorância, desobramento: um espaço titubeante entre aula e cena. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 310 - 329, 2016. DOI: 10.5965/1414573101262016310. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101262016310. Acesso em: 3 out. 2022.