O invasivo vazio

Autores

  • Cristina Santaella Braga UNICAMP
  • Lucia Santaella Braga PUC-SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101222014133

Resumo

Neste artigo, a dança indiana clássica Odissi é descrita nos seus principais atributos e, a partir da iniciativa de Martinez, é comparada ao Kabuki. Encontramos no vazio o ponto de conexão entre ambas, Odissi e Kabuki. Uma vez que a dança Odissi nos foi apresentada no contexto de uma experiência vivida, as teorizações do psicanalista Jacques Lacan sobre o zen foram de grande valia para orientar a interpretação dessa vivência, aqui compreendida à luz do inescapável vazio que caracteriza o limite do saber com que a arte nos surpreende e inquieta.

Palavras-chave: Odissi, Kabuki, vazio, zen, psicanálise lacaniana

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Santaella Braga, UNICAMP

Departamento de Artes da cena do Programa de Pós Graduação Do Insituto de Artes

Downloads

Publicado

2014-06-26

Como Citar

BRAGA, Cristina Santaella; BRAGA, Lucia Santaella. O invasivo vazio. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 22, p. 133–144, 2014. DOI: 10.5965/1414573101222014133. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101222014133. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Fluxo Continuo