Custos Logísticos: Estudo em uma Transportadora Catarinense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2764747112232023021

Palavras-chave:

Transportadora., Contabilidade de custos., Custos logísticos.

Resumo

Objetivo(s): Identificar os principais custos logísticos de uma empresa de transportes do Oeste de Santa Catarina a partir de diferentes segmentos operacionais. Método(s): Este estudo é caracterizado como descritivo, documental e qualitativo. Analisaram-se dois segmentos operacionais da empresa objeto de estudo. Resultados: Evidenciam que os custos variáveis têm maior representatividade nas duas operações da empresa e são compostos por: gastos com combustível, manutenção e pneus, representando mais de 80% dos custos diretos e das variáveis totais de ambas as operações analisadas. Com relação aos demais custos envolvidos, representam mais de 60% dos custos diretos. Somente o combustível representa 55% do custo total do segmento X e 54% do segmento Y. Por se tratar de transportadora, todos os gastos variáveis têm relação com o quilômetro rodado no período analisado. Já com relação aos custos fixos (diretos e indiretos), tem-se como principal gasto desse grupo a mão de obra direta e indireta, assim como os respectivos encargos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Vogt, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Doutora em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau, FURB, Brasil.

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Regional de Blumenau, FURB, Brasil.

Graduação em Ciências Contábeis pela Faculdades de Itapiranga, FAI, Brasil.

Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração (PPGCCA) da Universidade Comunitária da Região de Chapecó, Unochapecó, Brasil.

Iam Bellei, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó, UNOCHAPECÓ, Brasil.

 

Franciele Perin Rodrigues, Universidade Comunitária da Região de Chapecó

Especialista MBA em Finanças pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó, UNOCHAPECÓ, Brasil.

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó, UNOCHAPECÓ, Brasil.

Referências

Alves, A. P. F., Borba, J. V., Santos, G. T. D., & Gibbon, A. R. D. O. (2013). Custos de Suprimentos: estudo exploratório com aplicação de modelo de mensuração de custos logísticos. Revista de Administração da UFSM, 6(4), 694-707.

Andrioli, R. D. F., Diehl C. A., & Hansen, P. B. (2015). Proposta de modelo flexível para apoio à decisão de externalização: uma aplicação em logística de transporte. Revista Gestão.Org, 13(2), 116-129.

Banzato, E. (2005). Tecnologia da informação aplicada à logística. IMAM.

Bharadwaj, D. (2020). Integrated Freight Terminal and Automated Freight Management System: A theoretical approach. Transportation Research Procedia, 48, 260-279.

Cho, H. S. (2014). Determinants and effects of logistics costs in container ports: The transaction cost economics perspective. The Asian journal of shipping and logistics, 30(2), 193-215.

Confederação Nacional do Transporte. (2021). Radar CNT do Transporte – PIB 2021. CNT. https://www.cnt.org.br/analises-transporte.

Confederação Nacional do Transporte. (2022). Repasse Custo do Frete. CNT. https://cnt.org.br/agencia-cnt/cnt-defende-repasse-imediato-custos-fretes.

Dong, C., Boute, R., McKinnon, A., & Verelst, M. (2018). Investigating synchromodality from a supply chain perspective. Transportation Research Part D: Transport and Environment, 61, 42-57.

Engblom, J., Solakivi, T., Töyli, J., & Ojala, L. (2012). Multiple-method analysis of logistics costs. International Journal of Production Economics, 137(1), 29-35.

Everaert, P., Bruggeman, W., Sarens, G., Anderson, S. R., & Levant, Y. (2008). Cost modeling in logistics using time‐driven ABC: Experiences from a wholesaler. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, 38(3), 172-191

Faria, A. C. D., & Costa, M. D. F. G. D. (2005). Gestão de custos logísticos: Custeio baseado em atividade (ABC), Balanced Scorecard (BSC), valor econômico agregado (EVA). Atlas.

Freitas, J. R., Nunes, R. V., Assis, C. W. C., Fonseca, R. C., & Silveira, R. S. R. (2012). Indicadores de desempenho como instrumento para gestão de custos logísticos de transportes–estudo de caso: Lima transportes [Artigo apresentado]. Congresso Brasileiro de Custos-ABC, São Leopoldo, Brasil.

Gomes, J. A. C., Santos, J. R. T., Barbosa, G. V. D., & Carvalho, G. B. (2019). Aplicação de ferramenta computacional na otimização e mitigação de custos na roteirização da logística de transporte de cargas. Brazilian Journal of Development, 5(7), 7703-7716.

Holanda, G. G., Silva, A. F., Lavor, N. B., & Sousa, F. N. T. (2020). Custos Logísticos do Transporte no Modal Rodoviário: Desafios para a Competitividade das Empresas. Revista de psicologia, 14(51), 570-585.

Kruger, S. D., Solivo, C., & Diel, F. J. (2019). Análise da formação de custos logísticos entre rotas de transportes de uma Cooperativa do Oeste Catarinense. Brazilian Journal of Development, 5(6), 5652-5674.

Kučera, T. (2018). Calculation of Logistics Costs in Context of Logistics Controlling [Artigo apresentado]. Proceedings of the International Conference, Ohio, Estados Unidos.

Luz, C. B. S., Wobeto, D., & Silva, L. J. D. (2018). Gerenciamento de custos logísticos. Sagah.

Lyrio, E. F., Almeida, S, R, V., & Portugal, G, T. (2017). Análise de custos: uma abordagem simples e objetiva. Manole.

Martins, M., & Conceição, A. L. Z. (2021). A importância da gestão de custos numa mudança de cenário econômico: o caso de uma operadora de saúde de MG. Gestão-Revista Científica, 3(1), 1-22.

Martins, R. S., Rebechi, D., Prati, C. A., & Conte, H. (2005). Decisões estratégicas na logística do agronegócio: compensação de custos transporte-armazenagem para a soja no estado do Paraná. Revista de Administração Contemporânea, 9, 53-78.

Minken, H., & Johansen, B. G. (2019). A logistics cost function with explicit transport costs. Economics of Transportation, 19, 1-13.

Nilson, M., de Souza, E. D., Luz, E. M., Rodrigues, C. M. T., & Vale, A. D. S. (2020). Relevância dos custos portuários em relação aos custos logísticos totais. Revista Produção Online, 20(3), 772-791.

Santos, A. A., Silva, F. P., Barreto, J. S., & Guazzeli, A, M. (2018). Gestão de custos. Sagah.

Silva, R., Scheren, G., & Wernke, R. (2019). Análise custo/volume/lucro aplicada em pequena transportadora de cargas. Revista Capital Científico, 17(1), 5-20.

Souza, A. A., Schnorr, C., & Ferreira, F. B. (2013). Práticas de gestão de custos logísticos: Estudo de caso de uma empresa do setor alimentício. Revista Contemporânea de Contabilidade, 10(19), 3-32.

Souza, M. A., Rempel, C., & Silva, J. L. R. (2014). Práticas de gestão de custos logísticos: estudo de caso em uma empresa do setor de bebidas. Revista de Contabilidade e Organizações, 8(21), 25-35.

Souza, M. A., Weber, E. L., & Campos, R. H. (2015). Práticas de gestão de custos logísticos internos: estudo de caso em empresa moveleira do sul do Brasil. Revista Contemporânea de Contabilidade, 12(25), 27-46.

Receita Federal do Brasil (1998). Instrução normativa SRF nº 162, de 31 de dezembro de 1998. Fixa prazo de vida útil e taxa de depreciação dos bens que relaciona. Receita Federal.

Stępień, M., Łęgowik-Świącik, S., Skibińska, W., & Turek, I. (2016). Identification and measurement of logistics cost parameters in the company. Transportation Research Procedia, 16, 490-497.

Thomas, C. L. K., Correa, D., Luft, L., Machado, M., Fenner, S., Oliveira, V. M., & Fernandes, D. M. M. (2019). Estudo dos Custos Logísticos em uma Transportadora de Cargas do Noroeste Gaúcho [Artigo apresentado] SEPE-Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS, Chapecó, Brasil.

Vargas, S. B., Coser, T., & De Souza, M. A. (2016). Mensuração dos custos logísticos: estudo de caso em uma indústria gráfica. Contabilidade Vista & Revista, 27(1), 63-87.

Publicado

2023-12-05

Como Citar

Vogt, M., Bellei, I., & Perin Rodrigues, F. (2023). Custos Logísticos: Estudo em uma Transportadora Catarinense. Revista Brasileira De Contabilidade E Gestão, 12(23). https://doi.org/10.5965/2764747112232023021