DETECÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO HUMANO E A TRABALHABILIDADE DOS TRABALHADORES

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Felipe Araujo Pereira
Pamela Adelino Ramos

Resumo

Com as complicações causadas pelo agravamento da pandemia provocada pelo coronavírus, iniciada no ano de 2020, onde diversos setores tiveram suas atividades interrompidas ou até paralisadas, vários colaboradores tiveram suas jornadas de trabalho diminuídas ou interrompidas, forçando-os a encontrar alternativas para se recolocar no mercado de trabalho. Nesse contexto, pode-se citar o termo trabalhabilidade, que tem como objetivo, segundo Maltby (2011), melhorar a qualidade do trabalho, incentivando uma melhor saúde mental e corporal, relacionando o ambiente de trabalho com o ambiente pessoal. Esse estudo teve como objetivo principal identificar e analisar fatores que influenciam o desenvolvimento humano e a trabalhabilidade dos trabalhadores. Após análise multivariada, utilizando o software SPSS, foi possível identificar dois fatores principais que correspondem ao estudo apresentado. O primeiro fator identifica características ligadas ao desenvolvimento pessoal dos trabalhadores, enquanto o segundo fator refere-se às questões sobre adequação e satisfação do trabalho como fatores determinantes no desenvolvimento profissional dos trabalhadores. Também foi observada a importância da satisfação como critério de melhoria profissional. Essa pesquisa também contribui para a melhor interpretação do relacionamento entre empregador e empregado, além de possibilitar diferentes perspectivas acerca da valorização de competências técnicas e interpessoais como melhoria no processo de trabalho, valorização profissional e captação de novas habilidades técnicas e emocionais para melhor desempenhar o trabalho e gerar valor através destas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Pereira, F. A., & Ramos, P. A. (2022). DETECÇÃO E ANÁLISE DOS FATORES QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO HUMANO E A TRABALHABILIDADE DOS TRABALHADORES. Revista Brasileira De Contabilidade E Gestão, 11(20), 046-065. https://doi.org/10.5965/2316419011202022046
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Felipe Araujo Pereira, Centro Universitário Santo Agostinho, UNIFSA, Brasil.

Professor do Centro Universitário Santo Agostinho. Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Paraíba. Foi bolsista pela UFPB como pesquisador de iniciação científica em estudos sobre trabalhabilidade. Também participa do Grupo de Pesquisa em Trabalho e Sociedade. Tem experiência de atuação em órgãos públicos e em logística, e sua área de atuação está em recursos humanos, logística e finanças.

Pamela Adelino Ramos, Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.

Pós-doutorado em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (2019). Doutorado em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (2018). Mestrado em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Bacharelado em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Campina Grande (2008). Atua na Universidade Federal da Paraíba no Departamento de Administração. Tem experiência na área de Administração e Engenharia da Produção, com ênfase em Administração de Empresas e Gerência da Produção, atuando principalmente nos seguintes temas: Pesquisa Operacional, Administração da Produção, Gestão da Qualidade e Gestão de Projetos, Desenvolvimento Humano e Trabalhabilidade, Finanças e Economia, Vulnerabilidade social e Comportamento. Líder do GPTS — UFPB (Grupo de Pesquisa em Trabalho e Sociedade), concluiu o projeto de extensão Trabalhabilidade Ativa em 2020 com a premiação Elo Cidadão ofertado pela UFPB. Participante do GEPS — UFPB (Grupo de estudos em Produção e Serviços) e do PMD — UFPE (Project Management and Development) e Vice-Chefe do Departamento de Administração.

Referências

Baldin, N., & Munhoz, E. M. B. (2011). SNOWBALL (BOLA DE NEVE): UMA TÉCNICA ME-TODOLÓGICA PARA PESQUISA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMUNITÁRIA. X CON-GRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE. https://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/4398_2342.pdf

Belinski, R., & Martins, J. (2020). Interface gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional. P2P & Inovação. http://revista.ibict.br/p2p/article/view/5095/4590

Brito, M. Y., Ziviani, F., Oliveira, J. L. R. d., & Christino, J. M. M. (2013). Estudo sobre a impor-tância da Capacitação do servidor Administrativo do Hospital das Clínicas da Universidade Fe-deral de Goiás. Revista de Administração Hospitalar e Inovação em Saúde, 10(2). https://revistas.face.ufmg.br/index.php/rahis/article/view/2084

Bulhões, D. M., Vasconcelos, & A. B., &. L. (2016). TRABALHABILIDADE: O CAMINHO PARA O EMPREENDEDORISMO. International Journal of Professional Business Review, 30-39. https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/6806359.pdf

Cappellari, N., Stefano, S. R., Raifur, L., & Gonçalves, D. (2016). A LIDERANÇA E A GES-TÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS. Revista Brasi-leira de Contabilidade e Gestão, 14-27. https://www.revistas.udesc.br/index.php/reavi/article/view/2316419004062015014

Das Gecim, G. Y., Esin, M. N. (2021). A self‐management programme for work ability and quali-ty of life in nurses aged 45 years and over: A randomized controlled trial. International Journal of Nursing Practice. doi:10.1111/ijn.12963

Fritsch, R., & Vitelli, R. F. (2016). EVASÃO ESCOLAR, A ESCOLA E O MERCADO DE TRABALHO: O QUE DIZEM JOVENS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PÚBLICAS. Revista Cientifica Regional da ANPED. http://www.anpedsul2016.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2015/11/Eixo-2_ROSANGELA-FRITSCH-RICARDO-FERREIRA-VITELLI.pdf

Garthe, N., Hasselhorn, H. M. (2021). The relationship between voluntary employer change and work ability among older workers: investigating the honeymoon-hangover effect. Journal for Labour Market Research,. doi:10.1186/s12651-021-00294-0

Gonzales, R. V. D., & Martins, M. F. (2015). Competências habilitadoras da melhoria contínua: Estudo de casos em empresas do setor automobilístico e de bens de capital. Gest. Prod. São Car-los, 22(4). https://www.scielo.br/j/gp/a/N87KqtkRdmjcy4zmFjQGmQS/?lang=pt

Kobayashi, M., Kako, J., Kajiwara, K., & Ogata, A. (2021). The effects of curative-intent cancer therapy on employment, work ability, and work limitations. National Library of Medicine. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34143435/

Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R., & Tatham, R. L. (2009). ANÁLISE MULTIVARIADA DE DADOS. Bookman.

IBGE. (30 de mar de 2020). Desemprego chega a 13,8% no trimestre encerrado em julho, maior taxa desde 2012. Agência IBGE Notícias: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/29000-desemprego-chega-a-13-8-no-trimestre-encerrado-em-julho-maior-taxa-desde-2012

IBGE. (31 de mar de 2021). PNAD Contínua: taxa de desocupação é de 14,2% e taxa de subutilização é de 29,0% no trimestre encerrado em janeiro de 2021. Agência IBGE Notícias: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/30391-pnad-continua-taxa-de-desocupacao-e-de-14-2-e-taxa-de-subutilizacao-e-de-29-0-no-trimestre-encerrado-em-janeiro-de-2021

IBGE. (12 de mai de 2021). Setor de serviços cai 4% em março e volta a ficar abaixo do patamar pré-pandemia. Agência IBGE Notícias: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/30716-setor-de-servicos-cai-4-em-marco-e-volta-a-ficar-abaixo-do-patamar-pre-pandemia

Ilmarinen, J. (2009). Work ability: A comprehensive concept for occupational health research and prevention. Scandinavian Journal of Work Environment & Health.

Ilmarinen, J. (2019). From Work Ability Research to Implementation. International Journal of Environmental Research and Public Health https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6720430/pdf/ijerph-16-02882.pdf

International Labour Organization. (2020). ILO Monitor: COVID-19 and the world of work. https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---dgreports/---dcomm/documents/briefingnote/wcms_743146.pdf

International Labour Organization. (2020). International Labour Organization Monitor: COVID-19 and the world of work. Sixth edition. https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---dgreports/---dcomm/documents/briefingnote/wcms_755910.pdf

Maltby, T. (2011). Extending Working Lives? Employability, Work Ability and Better Quality Working Lives. Social Policy and Society. http://journals.cambridge.org/abstract_S1474746411000030

Maranhão, J. M. (2018). A IMPORTÂNCIA DA IMAGEM PESSOAL PARA DIFERENCIAÇÃO DO EMPREENDEDOR CRIATIVO NO MERCADO DE TRABALHO. Rev. Belas Artes, 2-20. https://www.belasartes.br/revistabelasartes/downloads/artigos/27/a-importancia-da-imagem-pessoal-para-diferenciacao.pdf

Martinez, M. C. (2016). Testando o Modelo da Casa da Capacidade para o Trabalho entre profissionais do setor hospitalar. REV BRAS EPIDEMIOL. https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2016000200403

Menezes, A. H., Duarte, F. R., Carvalho, L. O., & & Souza, T. E. (2019). METODOLOGIA CIENTÍFICA TEORIA E APLICAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Fundação Universidade Federal do Vale. https://portais.univasf.edu.br/noticias/univasf-publica-livro-digital-sobre-metodologia-cientifica-voltada-para-educacao-a-distancia/livro-de-metodologia-cientifica.pdf/view

Neto, L. L. P., & Almeida, L. S. (2022). STUDANTES ADULTOS NO ENSINO SUPERIOR: STUDO NO IFAL-MACEIÓ TOMANDO AS EXPECTATIVAS E DIFICULDADES DO REGRESSO À VIDA ACADÊMICA. Revista AMAzônica, https://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/amazonica/article/view/8315/5927

Oakman, J., Neupane, S., Proper, K. I., Kinsman, N., & Nygârd, C. H. (2018). Workplace inter-ventions to improve work ability: a systematic review and metaanalysis of their efectiveness. Scand. J. Work Environ. Health, 44(2), 134-146. https://doi.org/10.5271/sjweh.3685

Oliveira, A. C., Lucas, T. C., & Iquiapaza, R. A. (2020). O QUE A PANDEMIA DA COVID-19 TEM NOS ENSINADO SOBRE ADOÇÃO DE MEDIDAS DE PRECAUÇÃO? Texto & Contexto Enfermagem, 1-15. https://www.scielo.br/pdf/tce/v29/pt_1980-265X-tce-29-e20200106.pdf

Ramos, P. A., Gonçalves, H. S., Oliveira, A. B. B. d., & Nóbrega, S. G. d. S. (2021). A TRA-BALHABILIDADE EM ÉPOCA DE PANDEMIA: SEUS FATORES E AS IMPLICAÇÕES DA COVID-19 NO TRABALHO. Revista Brasileira de Contabilidade e Gestão, 10(16), 18-33. https://periodicos.udesc.br/index.php/reavi/article/view/19989/13279

Rashid, M., Heiden, M., Nilsson, A., & Kristofferzon, M. (2021). Do work ability and life satis-faction matter for return to work? Predictive ability of the work ability index and life satisfaction questionnaire among women with long-term musculoskeletal pain. BMC Public Health 21. https://doi.org/10.1186/s12889-021-10510-8

Santos, N. C. d., Souza, E. F. B. d., & Estender, J. S. d. (2022). Empreendedorismo, Responsabi-lidade Social e Negócios de Impacto. XII SEGeT.

https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos15/27522308.pdf.

SEMESP. (2020). Empregabilidade e Ensino Superior em Tempo de Pandemia. https://www.semesp.org.br/wp-content/uploads/2020/04/estudo-empregabilidade-pandemia.pdf

Skovlund, S. V., Bláfoss, R., Sundstrup, E., & Andersen, L. L. (2020). ssociation between physi-cal work demands and work ability in workers with musculoskeletal pain: cross-sectional study. Journal of Health, Population and Nutrition, 2-8. https://doi.org/0.1186/s12891-020-03191-8

Sousa, N. F. d. S., Lima, M. G., Cesar, C. L. G., & Barros, M. B. d. A. (2018). Envelhecimento ativo: prevalência e diferenças de gênero e idade em estudo de base populacional. Cadernos de Saúde Pública. https://www.scielo.br/j/csp/a/CgHpmyrd4pDy3yq5dMLmLbs/?format=pdf&lang=p

Teixeira, M., & Borsari, P. (2020). Mercado de trabalho no contexto da pandemia: a situação do Brasil até abril de 2020. REMIR Trabalho. https://www.eco.unicamp.br/remir/images/Artigos_2020/Marilane_e_Pietro__Mercado_de_trabalho_1o_quadrimestre_2020_vf2.pdf

Truxillo, D. M., Cadiz, D. M., & Brady, G. M. (2020). COVID-19 and its Implications for Research on Work Ability. Work, Aging and Retirement. doi:10.1093/workar/waaa016

Weber, L., & Grisci, C. L. (2010). Equipe, grupo ou... o quê?: possibilidades relativas ao coletivo no trabalho imateria. Encontro da ANPAD. http://www.anpad.org.br/admin/pdf/gpr1934.pdf

Werneck, G. L., & Carvalho, M. S. (2020). A pandemia de COVID-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária. CSP - Caderno e Saúde Pública, 1-4. https://www.scielo.br/pdf/csp/v36n5/1678-4464-csp-36-05-e00068820.pdf

WHO. (2020). WHO Director-General's opening remarks at the media briefing on COVID-19 - 11 March 2020. World Health Organization: https://www.who.int/director-general/speeches/detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19---11-march-2020