Inventar el cine: sobre técnicas e estéticas de documentários latino-americanos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724622502021270

Palavras-chave:

documentário latino-americano, cine nuevo latinoamericano, filme ensaio, Eduardo Coutinho, Patricio Guzmán

Resumo

Este artigo expõe e discute as diferentes formas pelas quais o cinema documentário latino-americano buscou traduzir os dilemas sociais do continente. A partir da análise de filmes realizados no continente nos últos 60 anos, abordamos algumas das principais escolas e modos de fazer documentário, como os modelos inglês e sociológico, o terceiro cinema, o documentário em primeira pessoa e o filme-ensaio. Buscamos apontar as origens das distintas abordagens (tanto cinematográficas quanto social) nos distintos contextos sociais, circunstâncias históricas e em novas possibilidades de deslocamento e registro propiciadas pelo advento de novas tecnologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Velasco Leão

Doutor em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC com período sanduíche na New York University. Diretor Formativo Cinemateca Catarinense ABD/SC.

Referências

ÁLVAREZ, Santiago. Arte y compromisso. In: LEDUC, Paul; LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.). Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen III. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 29-31.

AMARAL, Cristina; BELICO, Ewerton; MENDONÇA, Thiago B.; PRETTI, Luiz; QUEIRÓS, Adirley; ROCHA, Eryk; UCHOA, Affonso. Cinemateca, entre o deserto e a miragem. Le monde diplomatique Brasil, São Paulo, 19 de agosto. Disponível em: https://diplomatique.org.br/cinemateca-entre-o-deserto-e-a-miragem/. Acesso em: 11 nov. 2021.

ARENILLAS, María Guadalupe; LAZZARA, Michael J. (orgs.). Latin American Documentary Film in the New Millennium. New York: Palgrave Macmillan, 2016.

AUTRAN, Arthur. O pensamento industrial cinematográfico brasileiro. São Paulo: Hucited Editora, 2013.

AVELLAR, José Carlos. A ponte clandestina. São Paulo: Edusp, 1995.

BALTAR, Marina. Realidade lacrimosa: diálogos entre o universo do documentário e a imaginação melodramática. 2007. Tese (Doutorado em Comunicação) – UFF, Niterói, 2007.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de história. In: LÖWY, Michael. Walter Benjamin: aviso de incêndio: uma leitura das teses “sobre o conceito de história”. Tradução Wanda Nogueira Caldeira Brant. Tradução das teses: Jeanne Marie Gagnebin, Marcos Lutz Müller. São Paulo: Boitempo, 2005.

BERNARDET, Jean-Claude. Cineastas e imagens do povo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

BERNARDET, Jean-Claude. Documentários de busca: 33 e Passaporte Húngaro. In: LABAKI, Amir & MOURÃO, Maria Dora (orgs.). O cinema do real. São Paulo: Cosac Naify, 2005. p. 142-157.

BIRRI, Fernando. Cine y subdesarrollo. In: LEDUC, Paul; LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.) Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen II. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 12-17.

BIRRI, Fernando. Para seguir resistiendo. In: LEDUC, Paul; LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.) Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen I. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 71-75.

CABRERA, Marta. Audiovisual Affect: sexuality and the public sphere in the work of Colombia’s Escuela Audiovisual al Borde. In: ARENILLAS, María Guadalupe; LAZZARA, Michael J. (orgs.). Latin American Documentary Film in the New Millennium. New York: Palgrave Macmillan, 2016. p. 191-206.

CÂNDIDO, Antônio. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Atica, 1989.

CHANAN, Michael. Latin America. In.: AITKEN, Ian (org.). The Concise Routledge Encyclopedia of the Documentary Film. New York: Routledge, 2013. p. 524-531.

COMOLLI, Jean-Louis. Ver e poder: a inocência perdida: cinema, televisão, ficção, documentário. Tradução Augustin de Tugny, Oswaldo Teixeira e Ruben Caixeta. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

COUTINHO, Eduardo; XAVIER, Ismail; FURTADO, Jorge. O sujeito (extra)ordinário. In: LABAKI, Amir; MOURÃO, Maria Dora (orgs.). O cinema do real. São Paulo: Cosac Naify, 2005. p. 96-141.

DA-RIN, Silvio. Espelho partido. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2006.

DI TELLA, Andrés. O documentário e eu. Tradução de Andrea Molfeta. In: Mourão, Maria Dora; Labaki, Amir (orgs.). O cinema do real. São Paulo: Cosac Naify, 2005. p. 68-81.

DUGUET, Anne-Marie. Dispositivos. In: MACIEL, Kátia. Transcinemas. São Paulo: Contracapa, 2009. p. 49-70.

ESPINOSA, Julio García. Respuesta de Julio García Espinosa a la revista chilena de cine Primer Plano. In: LEDUC, Paul;

LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.). Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen III. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 67-71.

GETINO, Octavio; SOLANAS, Fernando. Hacia un tercer cine. In: LEDUC, Paul; LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.). Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen I. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 23-50.

GRIERSON, John. Flaherty’s poetic Moana. In: JACOBS, Lewis. The documentary tradition. New York: W. W. Norton & Company, 1979. p. 25-26.

JACOBS, Lewis. The documentary tradition. New York: W. W. Norton & Company, 1979.

LACERDA, Rodrigo. O cinema indígena colaborativo do Vídeo nas Aldeias e o Património Cultural Imaterial. Memoriamedia, Lisboa, v. 3, p. 1-11, 2018.

LEBOW, Alisa (org.). The Cinema of me: the Self and subjectivity in first person documentary. London: Wallflower press, 2012.

LINS, Consuelo. O documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.

LINS, Consuelo. Rua de Mão Dupla: documentário e arte contemporânea. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em http://www.caoguimaraes.com/wordpress/wp-content/uploads/2012/12/rua-de-mao-dupla-documentario-e-arte-contemporanea.pdf

LINS, Consuelo; MESQUITA, Cláudia. Filmar o real: sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

MARTINS, Anderson Montagner. O projeto cinematográfico da Secretaría de Educación Pública do México: tensões e ambiguidades em torno do filme Redes (1934-1936). 2018. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Assis, 2018.

MATTOS, Tetê. A imaginação cinematográfica em Di-Glauber. In: TEIXEIRA, Francisco Elinaldo (org.) Documentário no Brasil: tradição e transformação. São Paulo: Summus, 2004. p. 157-178.

PARANAGUÁ, Pablo. América Latina Busca su imagen. In: HEREDERO, Carlos F. E TORREIRO, Casimiro (orgs.). História general del cine volume X. Madri: Cátedra, 1996. p. 207-384.

PICK, Zuzana M. Constructing the image of the Mexican revolution: cinema and the archive. Austin: University of Texas Press, 2010.

PIEDRAS, Pablo. The “Mobility Turn” in Contemporary Latin American First-Person Documentary. In: ARENILLAS, María Guadalupe; LAZZARA, Michael J. (orgs.). Latin American documentary film in the new millennium. New York: Palgrave Macmillan, 2016. p. 79-.96.

RAMOS, Fernão Pessoa. Mas afinal… o que é mesmo documentário? São Paulo: Editora Senac, 2008.

ROCHA, Glauber. A revolução do cinema novo. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

SADLIER, Darlene J. The taking of the cinemateca brasileira. Black Camera 12, Bloomington, n. 2, p. 591-608, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.2979/blackcamera.12.2.27. Acesso em: 11 nov. 2021.

SANJÍNES, Jorge. Testimonio en Mérida. In: LEDUC, Paul; LÓPEZ, José; SÁNCHEZ, Jorge (orgs.) Hojas de cine: testimonios y documentos del nuevo cine latinoamericano: volumen I. Cidade Do México: Ed. Universidad Autónoma Metropolitana, 1988. p. 76-79.

SANJÍNES, Jorge; BESKOW, Cristina Alvares. Un cine de combate junto al pueblo. Entrevista con el cineasta boliviano Jorge Sanjinés. Cinema Comparative Cinema, Barcelona, n. 9, p. 22-30, 2016.

SALLES, João Moreira. Prefácio. In: LINS, Consuelo. O documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

SCHVARZMAN, Sheila. Humberto Mauro e o documentário. In: TEIXEIRA, Francisco Elinaldo (org.). Documentário no Brasil: tradição e transformação. São Paulo: Summus, 2004. p. 261-296.

SHERWOOD, Robert. Robert Flaherty’s Nanook of the North. In: JACOBS, Lewis. The documentary tradition. New York: W. W. Norton & Company, 1979. p. 15-19.

SOSA, Arturo. El misterio de los ojos escarlata. Revista SIC, Caracas, v. 56, n. 554, p. 181-183, 1993.

TACCA, Fernando de. Luiz Thomaz Reis: etnografias fílmicas estratégias. In: TEIXEIRA, Francisco Elinaldo (org.). Documentário no Brasil: tradição e transformação. São Paulo: Summus, 2004. p. 313-370.

THORNTON, Niamh. Revolution and rebellion in Mexican. Londres: Bloomsbury Academic, 2013.

TOMPKINS, Cynthia. El último malón (1916) de Alcides Greca: repetición y cine de atracciones. Studies in Latin American Popular Culture, Austin, n. 32, p. 97-119, jun. 2014.

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

LEÃO, D. V. Inventar el cine: sobre técnicas e estéticas de documentários latino-americanos. PerCursos, Florianópolis, v. 22, n. 50, p. 270 - 291, 2021. DOI: 10.5965/1984724622502021270. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/percursos/article/view/19715. Acesso em: 15 ago. 2022.