As letras como ornamentação: as iniciais nos livros representados na pintura do Grão Vasco (?-1542/1543)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234612272020070

Palavras-chave:

Iniciais, letras, ornamentação, Grão Vasco, pintura

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a potência ornamental das letras fora de seu ambiente textual: quando figuradas em pinturas. Tendo como objeto de estudo obras do Grão Vasco, analisa-se como um tipo específico de letras, as iniciais, ornamentam os livros e aqueles que os portam, fazendo parte do cenário adequadamente honorável para tais personagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Correia Leandro Pereira, Universidade de São Paulo

Departamento de História, Área de História Medieval

Referências

ALVELOS, M. Pintores de Viseu. Portucale, Porto, n. 15, p. 72-76, março/julho, 1941.

BASCHET, J. L’iconographie médiévale. Paris: Gallimard, 2008.

BONNE, J. C. Quelques remarques sur la lettre peinte dans la miniature romane. Em: FERRIER, J. L. (Ed.). La sociologie de l’art et sa vocation interdisciplinaire: l’œuvre et l’influence de Pierre Francastel. Paris: Denoël/Gonthier, 1976. p. 181-190.

______. De l’ornemental dans l’art médiéval (VIIe XIIe siècle): le modèle insulaire. Em: BASCHET, J. ; SCHMITT, J. C. L’image: fonctions et usages des images dans l’Occident médiéval. Paris: Le Léopard d’Or, 1996A. p. 207-240.

______. Les ornements de l’histoire (à propos de l’ivoire carolingien de saint Remi). Annales HSS, Paris, n. 51/1, p. 37-70,1996B.

______. De l’ornement à l’ornementalité: la mosaïque absidiale de San Clemente de Rome. Em: LE RÔLE de l’ornement dans la peinture murale du Moyen Âge. Actes du Colloque International tenu à Saint Lizier, 1 4 juin 1995. Poitiers: Université de Poitiers, 1997. p. 103-118.

CAETANO, J. O. El arte en la época del tratado de Tordesillas. Valladolid, 20 de abril – 30 de junio, 1994 [catálogo]. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1994.

DAMISCH, H. Ornamento. Em: Enciclopedia Einaudi. Lisboa: Casa da Moeda, 1995, v. 32. p. 323-331.

GINZBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. Em: ______. Mitos, emblemas, sinais. Morfologia e História. Tradução Federico Carotti. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. p. 143-179. Notas, p. 260-275.

GOLSENNE, T. et al. L’ornemental: esthétique de la différence. Perspective. La revue de l’INHA, Paris, n. 1, p. 11-26, 2010-2011.

HOLANDA, F. De aetatibus mundi imagines. Lisboa: Academia Nacional de Belas Artes, 1983 [edição fac-similada].

NAGEL, A. Twenty-five notes on pseudoscript in Italian art. RES: Anthropology and Aesthetics, Cambridge-MA, n. 59-60, p. 228-248, 2011.

NORDENFALK, C. Studies in the history of book illumination. London: Pindar, 1992.

PEREIRA, M. C. Sobre letras e imagens: as iniciais ornamentadas no Ocidente medieval. Tese de Livre-Docência apresentada à Universidade de São Paulo, 2018.

_______. As letras e as imagens. Iniciais ornamentadas em manuscritos do Ocidente medieval. São Paulo: Intermeios, 2019.

REIS-SANTOS, Luís. Vasco Fernandes e os pintores de Viseu do século XVI. Lisboa: Ed. do Autor, 1946.

RODRIGUES, D. (Coord.). Grão Vasco e a pintura europeia do Renascimento. Catálogo da exposição. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1992.

______. Modos de expressão na pintura portuguesa. O processo criativo de Vasco Fernandes (1500-1542). Tese de Doutoramento em História da Arte. Universidade de Coimbra, Coimbra, 2000.

______. Grão Vasco. Lisboa: Alêtheia, 2007.

SANTOS, R. Os Primitivos Portugueses. Lisboa: Academia Nacional de Belas Artes, 1957. 2ª ed.

SCHAPIRO, M. Les mots et les images. Sémiotique du langage visuel. Paris: Macula, 2000.

TEIXEIRA, J. C. C. A Pintura Portuguesa do Renascimento. Ensaio de Caracterização. Tese de Doutoramento em História da Arte. Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1991.

WEBER, C. J. Fore-Edge Painting. A Historical Survey of a Curious Art in Book Decoration. Irvington-on-Hudson, N.Y.: Harvey, 1966.

WELLBERY, D. E. Neo-Retórica e desconstrução. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

Downloads

Publicado

2020-05-01

Como Citar

PEREIRA, M. C. C. L. As letras como ornamentação: as iniciais nos livros representados na pintura do Grão Vasco (?-1542/1543). Palíndromo, Florianópolis, v. 12, n. 27, p. 070-085, 2020. DOI: 10.5965/2175234612272020070. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/17069. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Seção temática