A imagem-ficção como estratégia de ação para mundos possíveis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234612272020199

Resumo

Neste artigo, propõe-se uma aplicação das teorias dos mundos possíveis no estudo da imagem e de seus efeitos. Após uma breve introdução a esse universo teórico, passa-se para o contexto das artes visuais, no qual não existem ainda muitos trabalhos publicados à respeito. Desenvolve-se a ideia de um pensamento dos modos de fazer mundo, que emerge de uma imagem-ficção ativa, instaurada pelo fingere. A atitude de auto-denunciação dessa imagem permite ao espectador encontrar evidências de sua qualidade de manipulada, o que acaba por permitir uma mudança cognitiva em relação às construções e mudanças que podemos realizar no nosso mundo ditoreal. Como a imagem, a realidade é matéria manipulável, e a compreensão disso abre vias para a construção de novos contextos coletivos.

Downloads

Publicado

2020-05-01

Como Citar

ROMAGNOLI BETHONICO, M. A imagem-ficção como estratégia de ação para mundos possíveis. Palíndromo, Florianópolis, v. 12, n. 27, p. 199-213, 2020. DOI: 10.5965/2175234612272020199. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/13338. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos Seção aberta