As Abordagens do Design Universal no ensino e aprendizagem de crianças autistas: o estado da arte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796312242023026

Palavras-chave:

Design Universal, Autismo, educação, inclusão, TEA

Resumo

O objetivo desse artigo é entender como as abordagens do Design Inclusivo, Design Universal e do Design Universal para Aprendizagem são utilizadas para auxiliar a aprendizagem de crianças com Transtorno do Espectro Autista na educação infantil. Para tanto, foi realizada uma revisão sistemática da literatura. Após a análise, foram geradas categorias de semelhanças que utilizaram as abordagens inclusivas. Como resultados, notou-se que ainda há poucos estudos que utilizam abordagens do Design Inclusivo/Universal no âmbito educacional para esse público. Assim, tal lacuna pode ser explorada em estudos multidisciplinares entre projetistas e profissionais da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kharenn Brazão, Universidade Federal de Pernambuco

Graduanda em Design pela Universidade Federal de Pernambuco, Campus Agreste - UFPE/CA, na ênfase de Design de produto. Integrante do grupo de pesquisa e laboratório de Design Inclusivo (LabDIn).

Hércules Manoel Silva Monteiro, Universidade Federal de Pernambuco

Especialista em Educação pela Universidade Federal do Piauí. Graduado em Design e Mestrando em Design pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pesquisador no Laboratório de Design Inclusivo (LabDIn) vinculado ao Grupo de Pesquisa "Design Inclusivo: teoria e prática na interação usuário-produto”.

Rosimeri Franck Pichler, Universidade Federal de Pernambuco

Professora Adjunto do Curso de Design da Universidade Federal de Pernambuco - Campus do Agreste (CA/UFPE). Coordenadora do Laboratório de Design Inclusivo (LabDIn). Doutora em Design com ênfase em Gestão e Tecnologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Design com ênfase em Materiais e Processos Produtivos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Marcela F. C. G. F. Bezerra, Universidade Federal de Pernambuco

Doutora em Design pelo programa de pós-graduação da UNESP/UFPE, na linha de pesquisa de planejamento do produto. Possui graduação em Desenho Industrial/Programação Visual pela Universidade Federal de Pernambuco (2000), especialização em Design de Moda pela Universidade Federal de Pernambuco (2006) e mestrado (2009) em Design pela Universidade Federal de Pernambuco.

Referências

ALTENMÜLLER-LEWIS, Ulrike. Designing schools for students on the spectrum. The Design Journal, v. 20, n. sup1, p. S2215-S2229, 2017.

ANDRUNYK, Vasyl et al. Information technologies for teaching children with ASD. In: International Conference on Computer Science, Engineering and Education Applications. Cham: Springer International Publishing, 2019. p. 523-533.

CARRINGTON, Suzanne et al. What Universal Design for Learning principles, guidelines, and checkpoints are evident in educators’ descriptions of their practice when supporting students on the autism spectrum? International Journal of Educational Research, v. 102, p. 101583, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ijer.2020.101583.

CAST - Center for Applied Special Technology Universal. Design for Learning Guidelines version 2.0. Wakefield, MA: 2011.

CUNHA, Eugênio. Autismo e inclusão: psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. 2. ed. Rio de Janeiro: Wak Ed., 2010.

DENIZOU, Karine. Universal Design in Primary Schools. In: Proceedings of the Sixth International Conference on Universal Design (UD2022). IOS Press, 2022.

GOMES, D.; QUARESMA, M. Introdução ao design inclusivo. Curitiba: Appris, 2018. 155 p.

GOODALL, Craig. How do we create ASD-friendly schools? A dilemma of placement. Support for Learning, v. 30, n. 4, p. 305-326, nov. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1111/1467-9604.12104.

LIU, Zaixing et al. A Study of Teaching Aids Design for Autistic Children with Focus on Hand-Eye Coordination. In: International Conference on Human-Computer Interaction. Cham: Springer International Publishing, 2021. p. 270-283.

MARTÍNEZ, Zoila Liliana G.; CARVAJAL, Sigrid Andrea Ramos. Teaching English online to students with autism spectrum disorder and Down syndrome during the COVID-19 pandemic. Íkala, Revista de Lenguaje y Cultura, v. 26, n. 3, p. 715-730, 2021.

PAGE, Matthew J. et al. A declaração PRISMA 2020: diretriz atualizada para relatar revisões sistemáticas. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 31, n. 2, e2022107, jun. 2022. Disponível em <http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742022000201700&lng=pt&nrm=iso>. acesso em 20 ago. 2022. Epub 13-Jul-2022. http://dx.doi.org/10.1590/s1679-49742022000200033.

PEREVERZEVA, D. S. et al. Effective Academic Performance Assessment in Children with Autism Spectrum Disorders. Psychological Science and Education. Vol. 25, no. 1, 16–25, 2020.

PRODANOV, Cleber Cristiano; DE FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico-2ª Edição. Editora Feevale, 2013.

SERRA, Dayse, (2010). Autismo, família e inclusão. Polêm!ca, v. 9, n. 1, 40-56.

TAKEDA, D. Tudo que você precisa saber sobre autismo. Ludovica. Editora Chefe, 2017.

WALLER, Sam et al. Making the case for inclusive design. Applied Ergonomics, v. 46, p. 297-303, jan. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.apergo.2013.03.012. Acesso em: 01 jun. 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

BRAZÃO, Kharenn; MONTEIRO, Hércules Manoel Silva; FRANCK PICHLER, Rosimeri; BEZERRA, Marcela F. C. G. F. As Abordagens do Design Universal no ensino e aprendizagem de crianças autistas: o estado da arte. Human Factors in Design, Florianópolis, v. 12, n. 24, p. 026–037, 2023. DOI: 10.5965/2316796312242023026. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/hfd/article/view/24636. Acesso em: 21 fev. 2024.