Dispositivos assistivos para ferramenta de escrita manual:percepção de satisfação e de desempenho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2316796312242023116

Palavras-chave:

satisfação pessoal, desempenho ambiental, tecnologia assistiva

Resumo

Objetivou-se verificar a influência de quatro modelos de dispositivos assistivos projetados para a preensão trípode em tarefa de escrita manual, analisando-se as variáveis satisfação com o dispositivo, satisfação na realização e no desempenho da atividade de escrita. Estudo transversal composto por trinta universitários, utilizando-se de dois instrumentos de coleta de dados, QUEST 2.0 e COPM. Os resultados indicaram satisfação com os adaptadores, bem como em sua utilização para a atividade de escrita. Este estudo contribui para terapeutas ocupacionais, educadores, design e a engenharia na elaboração de novos dispositivos e na indicação de adaptadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Beatriz Vasconcelos, Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Discente do curso de Graduação em Terapia Ocupacional, Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, campus de Marília. Bolsista de Iniciação Científica (CNPq). Membro do Laboratório de Investigação em Neuropediatria, Tecnologia e Inclusão, LINTI, coordenado pela Profa Dra Luciana Ramos Baleotti. Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, UNESP, Marília. 

Bruna dos Santos Zucco, Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Natural de Ribeirão Preto, graduanda de Terapia Ocupacional pela Unesp. Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Estadual Paulista, UNESP - Campus Marília.

Ana Lya Moya Ferrari, Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Mestra e Doutora em Design (Linha de pesquisa em Ergonomia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Possui graduação em Design de Produto pela UNESP atuando principalmente nas seguintes áreas: ergonomia, design inclusivo, impressão 3D, usabilidade e acessibilidade com foco em Experiência do Usuário e Tecnologia Assistiva.

Luciana Ramos Baleotti, Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Luciana Ramos Baleotti é Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Brasil. É professora do Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Humano e Tecnologias do Instituto de Biociências da UNESP. Seus interesses de pesquisa incluem tecnologia assistiva, tecnologia de reabilitação, deficiência, neuropediatria,  interações entre usuários e tecnologia assistiva e produtos de reabilitação, design universal e design centrado no usuário.

Ana Elisa Zuliani Stroppa Marques, Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Fisioterapeuta, especialista em Fisioterapia neurológica - EPM - UNIFESP e no Conceito Bobath Adulto e Infantil, Mestre em Anatomia Humana - UNICAMP e Doutora em Desenvolvimento Humano e Tecnologias, Unesp / Campus Rio Claro. Docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP desde abril de 2008.

Referências

CANTANHEDE, E. R. et al. Levantamento de Requisitos para Projeto Conceitual de Adaptadores a Fim de Auxiliar Crianças com Disgrafia. 2022. n. 93. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Design) - Departamento de Desenho e Tecnologia, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.

CARVALHO, K. E. C. et al. Tradução e validação do Quebec User Evaluation of Satisfaction with Assistive Technology (QUEST 2.0) para o idioma português do Brasil. Revista Brasileira de Reumatologia, [S.L.], v. 54, n. 4, p. 260-267, jul. 2014.

CAVALCANTI, A.; GALVÃO C. Adaptação ambiental e doméstica. In: CAVALCANTI, A.; GALVÃO C. Terapia ocupacional: fundamentação e prática. Biblioteca Virtual em Saúde, Rio de Janeiro: Guanabara koogan, Cap.44. 2007

DENNIS, J. L., SWINTH, Y. Pencil grasp and children’s handwriting legibility during different-length writing tasks. American Journal of Occupational Therapy, [S.L.], v. 55, n. 2, p.175– 183, mar. 2001.

DUZZI, M. H. B. et al. Percepção de professores sobre a relação entredesenvolvimento das habilidades psicomotoras e aquisição da escrita. Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia, Campinas, v. 30, n. 92, p. 121-128, 2013.

LAW, M. et al. Perceived environmental barriers to recreational, community, and school participation for children and youth with physical disabilities. Archives Physical Medicine

Rehabilitation, v.88, n. 12, p. 1636-1642, 2007.

LIM, C. Y. ; IN, J.. Randomization in clinical studies. Korean Journal Of Anesthesiology, [S.L.], v. 72, n. 3, p. 221-232, 1 jun. 2019.

MARCELINO, J. F. et al. Artefatos Para o Desenho e a Escrita. Ergodesign & HCI, [S.l.], v. 5, n. 2, p. 29 - 41, dez. 2017.

MENEZES, V. N. et al. Desenvolvimento de tecnologia assistiva para escrita e digitação através da impressão 3D. Brazilian Journal Of Development, [S.L.], v. 6, n. 7, p. 49748-49764, 2020. Jul. 2020.

PASCHOARELLI, L. C. Antropometria da Mão Humana: Influência do Gênero no Design Ergonômico de Instrumentos Manuais. Revista Brasileira de Ergonomia, Bauru, v. 5, n.2, p.1-8. 2010

PASCULLI, A. G. Tradução e adaptação transcultural do Minnesota Handwriting Assessment para aplicação no Brasil. 2014. n. 106. Dissertação (mestrado) - Instituto de Biociência, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2014.

ROENTGEN, U.R. et al. Effectiveness and cost-effectiveness of an optimized process of providing assistive technology for impaired upper extremity function: Protocol of a prospective, quasi-experimental non-randomized study (OMARM). Technology and Disability. v. 33, p. 207–220. 2021.

SCHWELLNUS, H. et al. Effect of Pencil Grasp on the Speed and Legibility of Handwriting in Children. The American Journal Of Occupational Therapy, [S.L.], v. 66, n. 6, p. 718-726, nov. 2012.

SELIN, A.-S. Pencil grip: A descriptive model and four empirical studies. Åbo, Finland: Åbo Akademi University Press, 2003

SIME, M. M. Preensão para a escrita manual em universitários: diferentes tipos: e sua relação com teste de destreza fina. 2012. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.

TRICCAS, L.T. et al. Is there a standard procedure for assessing and providing assistive devices for people with neurodisabling conditions in the United Kingdom. A nation-wide survey. Disability and Health Journal. v. 12, n. 1. p.93–97. 2019.

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

VASCONCELOS, Ana Beatriz; ZUCCO, Bruna dos Santos; FERRARI, Ana Lya Moya; BALEOTTI, Luciana Ramos; MARQUES, Ana Elisa Zuliani Stroppa. Dispositivos assistivos para ferramenta de escrita manual:percepção de satisfação e de desempenho. Human Factors in Design, Florianópolis, v. 12, n. 24, p. 116–125, 2023. DOI: 10.5965/2316796312242023116. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/hfd/article/view/24605. Acesso em: 21 fev. 2024.