Cartografia através do desenho: territórios do pertencimento de Stephen Farthing

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630812024e4954

Palavras-chave:

desenho, ensino da arte, cartografia

Resumo

A entrevista com o Professor Stephen Farthing aborda parte de sua trajetória como artista, pesquisador e professor em desenho, incluindo reflexões sobre as funções do desenho e seu processo de aprendizagem a partir de sua compreensão como conhecimento interdisciplinar, indo além do campo das artes. Farthing estabelece relações entre o desenho, a cartografia e a percepção de pertencimento em territórios mapeados pelo desenhar e pela necessidade de registrar o espaço, as dimensões, a história e as emoções. É também por meio do próprio desenho que o pesquisador investiga seus interesses em arte, como em seus estudos sobre a pintura. Os desenhos do artista instigam tanto as reflexões sobre a pintura quanto o próprio desenho como forma de reflexão e elaboração do pensamento. É nesse sentido que o pesquisador defende o ensino do desenho por uma abordagem ampla, entrelaçando áreas do conhecimento.artista instigam tanto as reflexões sobre a pintura quanto o próprio desenho como forma de reflexão e elaboração do pensamento. É nesse sentido que o pesquisador defende o ensino do desenho por uma abordagem ampla, entrelaçando áreas do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jade Katchiri Brusco Gomes, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda na linha de Ensino das Artes Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Arte Visuais/ PPGAV da Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC, especialista em Museus, Galerias e Arquivos pela Universidade Positivo (2020), graduada em Licenciatura em Artes Visuais pela Faculdade de Artes do Paraná (2019) e Licenciatura em Pedagogia pela FAEL (2022). É professora de ensino fundamental, atelierista e ilustradora

Anelise Zimmermann, Universidade do Estado de Santa Catarina

Anelise Zimmermann é doutora pelo Programa de Pós-Graduação do Departamento de Design da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com bolsa CNPq pelo Programa Ciências sem Fronteiras em Doutorado Sanduíche na University of the Arts London, Reino Unido, com estudos voltados à prática, aprendizagem e ensino do desenho. Durante essa pesquisa, desenvolveu a série de filmes Desenho Conectando Conhecimentos, a qual ganhou o prêmio destaque na Bienal Brasileira de Design Gráfico de 2019. É professora efetiva da Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC e pesquisadora. Foi Chefe do Departamento de Design (2020-2023). É integrante dos Grupos de Pesquisa: Entre Paisagens/UDESC; RIDE, Rede Internacional de Design/Educação/UFPE; e LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária/UFSC. Foi coordenadora do Programa de Extensão Entre Livros, Tipos e Desenhos: interlocuções da cultura gráfica (UDESC/2018-2019) e atualmente faz parte do Programa de Extensão Apotheke (UDESC). Concluiu Mestrado em Artes Visuais pela UDESC (2008) com pesquisa voltada à ilustração de livros infantis. Dentro desta mesma área participou de cursos no Central Saint Martin College of Art and Design - University of the Arts London no Reino Unido (2006) e na Scuola Internazionale d'Illustrazione em Sàrmede/Italia (2011). Desenvolve projetos para livros infantis e entre os livros ilustrados estão No Cafundó das Estrelas (Sérgio Napp, 2013), livro selecionado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil para integrar o catálogo de publicações representando o Brasil na Children's Book Fair em Bologna/Itália de 2014, O Gato (Bartolomeu Campos de Queirós, 2014), o qual ganhou o prêmio de Os 30 melhores livros do ano de 2014 pela Revista Crescer, Histórias sopradas em vento (Fábio Medeiros, 2018)e Triolé, Triolé, Vamos ler? Poemas de Cruz e Sousa (Eliane Debus (Org.), o qual recebeu o selo de Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (2022). Possui Graduação em Desenho Industrial - Programação Visual (UFSM/2001) e Comunicação Social: Publicidade e Propaganda (UFSM/1998).Como designer, atuou no estúdio Usina Escritório de Desenho (SP) desenvolvendo projetos de identidade visual, embalagem e ilustração para projetos para Unilever Bestfoods e Quaker

Publicado

2024-02-01

Como Citar

GOMES, Jade Katchiri Brusco; ZIMMERMANN, Anelise. Cartografia através do desenho: territórios do pertencimento de Stephen Farthing. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 8, n. 1, p. 1–11, 2024. DOI: 10.5965/25944630812024e4954. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/24954. Acesso em: 20 abr. 2024.