Besta de Lascaux*

Autores

  • Maurice Blanchot

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312908102013077

Resumo

* BLANCHOT, Maurice. La Bestia de Lascaux. El último en hablar. Madrid: Editorial Tecnos, S.A., 1999. Tradução para o espanhol de Alberto Ruiz de Samaniego. Nota de apresentação de José Jiménez.


Traduzimos o poema de René Char, A Besta Inominável, com que Blanchot abre sua brochura. Esse poema pertence ao livro de Char, La Paroi et la Prairie (1952), que apareceu, junto com outras obras do poeta pertencentes ao período 1952-1960, no volume intitulado La parole em archipel (A palavra em arquipélago), Gallimard, Paris, 1962. Tem tradução castelhana desse livro realizada por Jorge Reichmann (La palabra em archipélago), Hiperión, Madrid, 1986). A Besta Inominável também aparece na antologia de poemas de Char editada por Alianza editorial sob o título Común presenciaI, tradução de Alícia Bleiberg, Madrid, 1986.

(Traduzido do espanhol por Daisy Mary S. Proença)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-15

Como Citar

BLANCHOT, M. Besta de Lascaux*. DAPesquisa, Florianópolis, v. 8, n. 10, p. 077-084, 2013. DOI: 10.5965/1808312908102013077. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/8083. Acesso em: 4 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos